Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

A evolução tecnológica e a involução das pessoas

26 set 2012 às 11:08
Continua depois da publicidade

Ainda me recordo dos disquetes de 8" utilizados a algum tempo nos CPDs. Nem tanto tempo assim. Quando penso no desenvolvimento tecnológico, na evolução do aparato de hardware eletrônico, comparar os disquetes de ontem, com os cartões mini SD de hoje é no mínimo, engraçado. Não é visível onde está o limite para esse progresso incrível; Provavelmente as pessoas cheguem ao limite bem antes. Einstein já definiu bem "Há limites para a genialidade, para a ignorância não..."

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O cenário da evolução sempre é um cenário desafiador, onde existem inúmeros obstáculos e dificuldades. Essas características deveriam nos impulsionar a uma melhor capacitação, melhor preparo, desenvolver o conhecimento, entender e organizar as informações. Não é o que tem ocorrido, não na maioria, das pessoas de hoje. No foco da informática e administração então, muitas vezes mostra-se um (ou vários) passos em direção aos velhos disquetes de 8".

Continua depois da publicidade


Tratamos em momentos anteriores à importância da diversidade e o valor do conhecimento aplicado à evolução da empresa. A aplicação da tecnologia simplesmente porque alguma coisa mais nova foi lançada, não trás para a empresa nenhum benefício. As inovações só trazem pontos positivos quando devidamente planejadas, compreendidas e devidamente encaixadas nas rotinas operacionais da corporação.


Cito isso, porque apenas através dos profissionais envolvidos na gestão corporativa conseguimos essa avaliação, que precisa ser realizada de maneira "ultra adequada", juntando conhecimento técnico, experiência e bom-senso.
Até o conceito do conhecimento técnico precisa ser revisto. A graduação tornou-se muito mais comum do que em épocas atrás, porém esse acesso não assegurou qualidade profissional.


A educação é um problema realmente sério em nosso país e precisa ser reavaliada de maneira séria, urgentemente. Os alunos estão num nível preocupante e, no entanto, ainda conseguem seus certificados e diplomas. Dá muito medo de imaginar alguns desses "profissionais" atuando no mundo corporativo.

Continua depois da publicidade


O conhecimento não é aquilo que vemos dentro da sala de aula, um momento, um cenário, uma visão. Conhecimento é a capacidade de analisar, compreender, explicar, esclarecer. A informação está disponível a todos, cada vez mais fácil e rápida. O que (e como) transformá-la em ações úteis e construtivas é o grande desafio. Pincipalmente porque todo contexto histórico é cada vez mais abandonado. A prática é utilizar a última versão da ferramenta, aquela que se aprendeu na sala de aula, senão não funciona (??).


Nesse raciocínio, temos as últimas versões de telefones, onde tudo é realizado, menos ligações. O contexto histórico nos mostra cenários e situações que muitas vezes são impossíveis de reproduzir em no ambiente de aprendizado, esse conhecimento adquirido pela utilização e vivência com aquele hardware e software de anos atrás é fundamental para que o conhecimento seja adequado e concebido de tal forma a encontrar o bom senso.


A evolução tecnológica tem um efeito negativo atualmente, pois serve de desculpa para o despreparo. Por exemplo... ao indagar um professor (??) sobre o motivo dos alunos escreverem muito errado, ele justificou culpando os "instant messengers", ora, nós também abreviávamos no telex, justamente para baratear o serviço e nem por isso servia como desculpa, descaso ou uma justificativa pífia para desvalorizar o aprendizado.


No mundo acadêmico do passado, a cobrança era mais rigorosa, as pessoas se obrigavam a ser melhores, mais preparadas. Basta uma pequena conversa sobre qualquer assunto com um dos profissionais da nova geração, para se perceber o desconhecimento de situações corriqueiras, cotidianas e por outro lado, uma grande sabedoria sobre as questões mais complexas, com argumentações questionáveis e um cenário tão curto quanto a duração de uma versão de software.


Claro, isso não é regra, de maneira alguma se aplica a todos. É uma observação preocupante sobre qual será o cenário corporativo do futuro, sobre estarmos ou não devidamente preparados para a evolução do mercado. Reforço a importância da diversidade, ninguém é absoluto ou sabe tudo sobre tudo e mais, alguém precisa começar a ensinar que nem sempre é possível estar certo, nem sempre farão o que queremos sem questionar. Acima de tudo, é necessário compreender que a evolução tecnológica, como na empresa, não faz as pessoas melhores simplesmente por utilizarem-na, que aparentemente as faz piores do que deveriam.

Pense!


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade