Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

UEL e Kinoarte oferecem Curso de História do Cinema

02 jun 2007 às 11:00
Continua depois da publicidade

O Centro de Documentação e Pesquisa Histórica (CDPH) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), em parceria com a Kinoarte (Instituto de Cinema e Vídeo de Londrina), abrem as inscrições na próxima segunda, dia 4, para um curso de Introdução à História do Cinema, que será ministrado pelo cineasta e crítico de cinema Rodrigo Grota.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Com o objetivo de difundir e discutir a história do cinema, o curso irá apresentar as diversas tendências e escolas que no decorrer de 100 anos desenvolveram e consolidaram uma linguagem audiovisual: "O cinema é uma espécie de síntese de diversas linguagens: uma expressão audiovisual que resulta em uma impressão de realidade, seja por um discurso lógico e poético, provocando no espectador uma relação racional e afetiva com as visualidades apresentadas. Durante o curso, mostraremos as principais contribuições de cada período para a consolidação desta linguagem, e como isto influencia a nossa forma de perceber o mundo, de estar em contato com ele", explica Rodrigo Grota.

Continua depois da publicidade


Programa


O curso será composto de quatro aulas expositivas, com interatividade entre os alunos, e estará aberto também a exemplos práticos do que está sendo estudado teoricamente. Em muitos momentos, trechos de filmes, entrevistas, e até mesmo alguns filmes raros serão exibidos como complemento do objeto de estudo em questão.


Entre os principais tópicos estão: o surgimento do cinema com os irmãos Lumière; o cinema mágico de Mèliès; o nascimento da montagem na Escola de Brighton; a consolidação da narrativa em Griffith; o Expressionismo Alemão e a Vanguarda Soviética; Cinema de Poesia no Surrealismo e em outras Vanguardas; Cinema mudo americano, o nascimento do Documentário; Origens do Cinema Brasileiro (Mauro, Peixoto, Gonzaga); Hollywood anos 30 e 40: (gêneros) western, gângster, musicais, filme noir, terror; (autores inclassificáveis) Welles, Kubrick, Kurosawa, Bergman, Fellini e Tarkovski; cinema Nórdico; Neo-realismo italiano e suas implicações: nouvelle vague, free cinema, cinema novo; Cinema Marginal; Cinema Experimental; Hollywood pós-estúdios: 1965-1974; cinema independente nos EUA (Cassavetes); Super-8, vídeo, novos suportes; Kieslowski, Lynch, Cronenberg, Scorsese – anos 80; cinema iraniano; cinema digital; Tarantino, Van Sant, Von Trier, Kar-Wai, Ming-Liang, irmãos Dardenne, Weerasethakul, Zhang-ke, Hsiao-hsien (cinema contemporâneo); Cinema Brasileiro anos 90: Salles, Meirelles, Carvalho; cinemas periféricos, cinema digital, etc.

Continua depois da publicidade


"Uma das coisas mais interessantes em estudar História do Cinema é perceber como as propostas estéticas de cada período estão não só relacionadas a questões sociais e políticas de seu tempo, mas nutrem também uma espécie de relação invisível com algo maior, uma espécie de linha evolutiva da forma como percebemos o mundo. Em alguns casos, há muita coisa em comum entre os processos pelos quais o cinema evoluiu e a percepção visual e sonora de cada pessoa. Há muitas descobertas próximas neste processo, como se todos os cineastas um dia tivessem começado como Lumière e aos poucos fosse caminhando até chegar a um Gus Van Sant, por exemplo, em que todas formas de manipulação da narrativa já estão presentes", sintetiza Grota. "Seguindo esse raciocínio, pode-se sugerir que estudar a História do Cinema é também repensar a forma como percebemos o mundo e como nos percebemos. Em muitos casos, aliás, ver este passado de imagens se torna uma forma de reconhecimento do futuro".


Sobre o Professor


Rodrigo Grota trabalha com cinema, literatura e jornalismo. Dirigiu os curtas "Satori Uso" (2007), "O Quinto Postulado" (2006), "Londrina em Três Movimentos" (2004), além do média-metragem "Inimigo Público n.1" (2005). Em 2007, irá lançar os curtas "Diálogos em uma só Voz" e "Mestre Buca". Um dos fundadores da Kinoarte e coordenador da Mostra Londrina de Cinema, que em 2007 chega à sua nona edição.


Como crítico de cinema, começou escrevendo resenhas em Marília (SP) em 1996, com passagens pelo Jornal de Londrina (1999-2000) e Folha de Londrina (2001-2002), além de variados sites. Atualmente escreve para o Portal Bonde e para a Agência Londrix. Formado em Jornalismo pela UEL (2000), é especialista em Filosofia Moderna e Contemporânea (UEL, 2003) e mestrando em Letras (UEL).


Como professor, ministrou a primeira edição deste curso de "Introdução à História do Cinema" em 2003, sendo idealizador e coordenador das "Oficinas Kinoarte", projeto que desde 2005 traz profissionais renomados na área de cinema a Londrina. Foi responsável também por duas disciplinas relacionadas à linguagem audiovisual na IESB Metropolitana (2006).


Kinoarte


A Kinoarte é uma associação cultural sem fins lucrativos criada em julho de 2003 com quatro objetivos: produzir, exibir e preservar filmes, além de realizar projetos de formação audiovisual.


Info
O curso será realizado nos dias 16, 23, 30 de junho e 7 de julho, sempre aos sábados, das 14h às 18h, na Sala de Eventos do Centro de Ciências Humanas (CCH), na UEL. As inscrições podem ser feitas em horário comercial no CDPH, no campus universitário, até o dia 14 de junho. O curso tem um custo de R$ 50,00: as vagas são limitadas. Os alunos receberão certificado de extensão universitária emitido pela UEL com 16 horas de carga horária.


Contatos
[email protected] (55 43) 3371 4568
[email protected]


Realização
CDPH / UEL
www.uel.br/cch/cdph

Apoio Cultural
KINOARTE


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade