Pesquisar

Canais

Serviços

Daniela Cicarelli, apresentadora não consegue acertar a mão em seus programas
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Por que, MTV?

06 fev 2006 às 11:00
Continua depois da publicidade

A MTV é uma emissora pequena, transmitida em UHF ou TV a cabo, voltada para um pequeno público jovem elitizado. Mesmo assim a emissora dita regras e cria modas Brasil afora. Inicialmente, no começo dos anos 90, a MTV possuía um caráter muito mais transgressor e questionador. Hoje o que vemos está bem longe disso. A programação de verão é prova dessa nova postura: sexo, corpos à mostra, celebridades e muita futilidade.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Ok, vivemos no Brasil afinal. Samba, bunda, ginga, malemolência, malandragem e caipirinha, certo? Tudo bem se pensarmos nas emissoras desesperadas por audiência como Record ou Bandeirantes, mas assistir a MTV seguir esse caminho é o fim da esperança por algo de qualidade que os jovens possam ver na televisão.

Continua depois da publicidade


Havia um tempo que para ser VJ da emissora o pré-requisito básico era ser profundo conhecedor de música. Os sumidos Gastão e Fábio Massari eram enciclopédias sonoras ambulantes. Programas como Lado B, Radiola e Hits eram muito mais do que vitrines de jabá, mas sim traziam música diferente e nova. Algo que passava bem longe das fm´s mais populares desse Brasilzão.


Hoje temos as constrangedoras Daniela Cicarelli e Penélope e pra piorar o quadro, a novíssima contratação desse verão é o irritantemente carioca Felipe Dylon.

Continua depois da publicidade


Daniela é uma moça bonita, simpática, mas que não tem o mínimo tino para programas de televisão. O carisma dela também passa bem longe das telas. Seus programas são de causar vergonha em quem assiste, só por presenciar tamanha falta de senso. Talvez nem seja culpa dela, mas de quem tem a idéia dos programas. Daniela no país da MTV era uma piada interna dos funcionários da emissora. Sabe quando você e seus 4, 5 amigos tem uma piada interna em comum que só vocês entendem? É muito engraçado geralmente, mas só para você e seu grupinho reduzido. Exatamente isso acontecia com esse trágico programa: era bem engraçado para os funcionários da MTV, pro resto do país não.


Ela ainda comandou Beija Sapo e Presepada. Do Beija Sapo é melhor nem comentar nada, o programa era tão ruim que nem é digno aparecer nessa coluna. Pessoas vestidas de sapo procurando namorado? Não mesmo. Próximo, por favor! Já o Presepada MTV mostrava uma Daniela rindo o programa inteiro de suas próprias piadas e suas "peças" pregadas em artistas famosos. O programa era uma espécie de versão tupiniquim do americano "Punk´d", estrelado por Ashton Kutscher. A única diferença é que a versão nacional não tinha graça nenhuma, pelo menos para o público, já que Daniela se divertia bastante.


Daniela pode ter uma carreira muito bem sucedida como modelo e garota-propaganda, mas para a televisão não. Por que será que só a MTV não percebe isso? Até quando vão arranjar novos e ruins programas com a apresentadora? Abra os olhos MTV!


Penélope Nova, ao contrário, demonstra muita naturalidade e talento em frente às câmeras. No seu programa "Ponto P", ela não tem papas na língua. Diz o que acha e o que é preciso para a educação sexual dos jovens. Direta no ponto, mesmo que muitas vezes ela pareça uma versão mais nova e tatuada de Dercy Gonçalves. O problema é que na programação de verão, colocaram a moça para apresentar um programa de perguntas no melhor estilo "passa ou repassa". Quem lembra do falido quadro "mano a mano" do Faustão? É a mesma coisa. Triste ver uma emissora como a MTV ter um quadro semelhante ao do Faustão, triste mesmo.


Para abrilhantar ainda mais o "cast" da emissora convocaram o carioquíssimo Felipe Dylon. Astro adolescente, celebridade, cantor manufaturado, surfista, muso do verão. Felipe apresenta com toda sua malandragem carioca outro programa da temporada de calor, azaração e muito suor. Naturalidade zero com as câmeras, zero carisma (a não ser com as adolescentes mais ingênuas). Um remendo de cantor que agora virou um remendo de apresentador. Pra que colocar esse cidadão em frente às câmeras? Pra quê?

Afinal qual é o público alvo da MTV? São só os jovenzinhos que enviam cartas e cartas para seus ídolos, colecionam fotografias recortadas numa pasta e usam faixas na cabeça durante os shows de seus grupos favoritos? O público brasileiro merece uma MTV2 nos moldes americanos há tempo. Já é de conhecimento de todos que programa bom da MTV é aquele sem VJ. A madrugada da emissora sempre passa os melhores clips, sem VJ´s malas e enrolação. Realmente poucos os apresentadores que se salvam. Marina Person, Léo Madeira e Carla Lamarca são de longe os melhores. Já o curitibano Rafa, bom, precisa comentar alguma coisa? Tsc tsc.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade