Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Raízes culturais e históricas

De onde veio a festa junina? Conheça cinco curiosidades sobre a celebração

Redação Bonde com assessoria
13 jun 2024 às 19:52
- Pixabay
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Além das comidas típicas, música e dança, as comemorações também são uma oportunidade para aprender sobre raízes culturais e históricas


As festas juninas são comemorações tradicionais, realizadas em todo o País e muito esperadas por todos, seja pela dança, comidas típicas ou brincadeiras. Uma adaptação dos rituais pagãos, a celebração acontecia pela chegada do solstício de verão no hemisfério norte. No Brasil, devido à influência da religião católica, foi transformada em uma celebração aos santos São João, Santo Antônio e São Pedro.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Em Portugal, a celebração recebia o nome de festa joanina, em referência a São João. No Brasil, acontecia em junho, por isso recebeu o nome de festa junina. “Além de ser um momento de diversão, as comemorações também são uma oportunidade para aprender sobre as raízes culturais, históricas e geográficas das festividades”, explica a coordenadora do Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio Marista Cascavel, Aline Karvatte Piloneto.

Leia mais:

Imagem de destaque
Temas sensíveis

Menor de 18 anos não pode decidir sobre aborto, casamento e transição de gênero no Brasil

Imagem de destaque
Jogo virou?

Relembre frases de J.D. Vance, hoje vice de Trump, contra o ex-presidente

Imagem de destaque

Saiba como fazer retificação no registro civil de cidadania italiana

Imagem de destaque
Recuperação judicial

Justiça dá 30 dias para que 123milhas apresente nomes de credores com valores a receber


Confira 5 curiosidades interessantes sobre as festas juninas:

Publicidade


Comemorações são diferentes em cada região


Publicidade

As diferentes regiões do Brasil comemoram o São João de diversas maneiras. No Nordeste, são realizadas grandes festas. O “arraiá” de Campo Grande, na Paraíba, por exemplo, é considerado a maior festa junina do país.


As celebrações no Norte encenam histórias folclóricas, como a lenda do Boto e a tradição do Boi-Bumbá. Além disso, existe uma dança típica chamada Carimbó, que mistura elementos das culturas indígena, africana e portuguesa.

Publicidade


Já no Centro-Oeste, há tradições como a lavagem dos santos homenageados nas festas e apresentações de Cururu, com danças e cantigas sobre eles. Na região Sudeste, as quermesses se destacam, e por fim, no Sul, ouve-se muito sertanejo e vanerão acompanhado de fogueiras e quentão.


Festividades são um apanhado de diferentes culturas

Publicidade


A festividade, que iniciou para marcar o início do verão na Europa, se tornou uma celebração dos santos católicos em agradecimento pela colheita. Depois, incorporou elementos como a quadrilha, que vem da dança francesa quadrille.

Publicidade


A festa incorporou aspectos da cultura indígena ao fundir-se com a festa tupi do milho, que ocorria em agosto e marcava o início do ano novo.


É daí que vieram a maioria dos quitutes juninos, como canjica, ou mungunzá; pamonha; pipoca; bolo de fubá e milho-verde. Até mesmo o quentão é uma influência de uma bebida guarani chamada cauim, feita de milho fermentado.

Publicidade


Outros países também têm comemorações semelhantes


Principalmente na Europa, muitos países mantêm as tradições juninas. Alguns exemplos são Portugal, Alemanha, Noruega, Dinamarca e Polônia. Entre os elementos em comum com as nossas festas, estão a quadrilha, as fogueiras e a homenagem a São João.


A origem das bandeirinhas


As bandeiras com imagens de São João, Santo Antônio e São Pedro eram espalhadas para decorar as festividades. Com o tempo, foram se transformando nas bandeirinhas pequenas e coloridas que se tornaram tão características do período junino.


Dança e roupas típicas


A dança, conhecida como quadrilha, e as roupas típicas são itens indispensáveis da festa junina. Antigamente, as festas aconteciam nas cortes e as mulheres tinham que usar vestidos grandes e rodados. Os vestidos de quadrilha surgiram daí, e foram se transformando com o uso de tecidos coloridos e adereços, como a chita e fitas de cetim. Na origem francesa também aparece nos passos de dança de quadrilha, conhecidos como “anarriê”, “ampassã” e “tour”.


Imagem
Cinco lugares para garantir roupas, decorações e guloseimas para festa junina em Londrina
As Festas Juninas de junho vem aí! Com a chegada da data, muitas pessoas já estão à procura de roupas, acessórios, guloseimas e decorações para deixar o 'arraía' ainda mais especial.
Imagem
Confira a programação das festas juninas em Londrina e região
Chegou o tão esperado mês de junho e, com ele, umas das festas mais tradicionais: as festas juninas! Confira a programação em Londrina e região!
Imagem
Festa junina boa é com boa comida! Anote 27 receitas juninas para fazer já!
Festa junina só é festa junina se tiver comida típica - e da boa! Para não deixar passar em branco a época mais aguardada pelos amantes daquelas iguarias dos arraiás, o portal Bonde selecionou 25 receitas que são imperdíveis, dos clássicos ao gourmet!
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade