Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação/SME
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Veja bem!

Mutirão de exames oftalmológicos vai atender cem alunos de Londrina no sábado

Redação bonjde com N.Com
12 mai 2022 às 19:33
Continua depois da publicidade

Neste sábado (14), das 8h às 12h, a SME (Secretaria Municipal de Educação) e o Hoftalon (Hospital de Olhos de Londrina) vão realizar um mutirão de consultas oftalmológicas para os estudantes da rede municipal de ensino. A ação será no CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil) Antonieta Trindade, que fica na Rua Salim Sahão, 60, no Alto da Boa Vista, zona norte.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Durante a manhã, cerca de cem alunos da Educação Infantil vão passar por uma consulta médica e farão exames oftalmológicos. Equipamentos médicos portáteis, que serão levados até o local, permitirão a montagem de um consultório. Com isso, as crianças que não têm poder aquisitivo receberão gratuitamente a prescrição médica com o grau correto e a armação dos óculos.

Continua depois da publicidade


Os alunos de zero a 5 anos que participarão desse mutirão foram indicados pelos professores dos Centros Municipais de Educação Infantil localizados na região norte. Isso porque, de acordo com a gerente de Educação Especial da Secretaria de Educação, Cristiane Sola, os educadores são capacitados pelos médicos do Hoftalon para realizarem a avaliação de acuidade visual nas crianças. Quando eles constatam alguma dificuldade visual nos pequenos, já encaminham para o atendimento médico especializado que acontece nos mutirões, como o de sábado.


Segundo a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, é importante que as crianças da rede municipal de ensino tenha a oportunidade de se consultarem com médicos especialistas durante esses mutirões, porque assim é possível identificar precocemente as patologias oculares que podem interferir na qualidade de vida e nas aprendizagens das crianças. 


Continua depois da publicidade

“Sabemos que a dificuldade visual afeta diretamente o desempenho das crianças na escola e, por meio da parceria da Prefeitura com o Hoftalon, os professores conseguem perceber se há algum grau de dificuldade na leitura, dependendo da distância e do tamanho das letras. Assim, as crianças passam pela triagem. Aquelas que têm dificuldades visuais e não sabem, recebem os óculos, o que dá mais qualidade de vida para elas e vai ajuda no processo de aprendizado”, acredita Moraes.


Primeiros olhares


Os exames clínicos e a entrega dos óculos de grau fazem parte do Projeto Primeiros Olhares, que é uma parceria entre o Hoftalon e a Prefeitura de Londrina. Ele existe desde 2006. Seu objetivo é cuidar da saúde dos olhos das crianças da rede municipal, na fase de aprendizado, que compreende a faixa etária do zero aos 5 anos.


O projeto atua na prevenção, orientação e encaminhamento referentes à saúde dos olhos das crianças. Por isso, quando os alunos precisam de acompanhamento médico mais específico, eles são encaminhadas via UBS (Unidade Básica de Saúde) para o Hoftalon. As receitas médicas daqueles que precisam óculos são encaminhadas para o Sindióptica-PR (Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematográfico do Estado do Paraná), que atua junto as óticas privadas, que doam as armações e as lentes para as crianças.


Segundo dados do Hoftalon, mais de 1.200 crianças já receberam o atendimento preventivo por meio do projeto, que atendeu mais de 40 instituições de ensino entre CMEIs e Centros de Educação Infantil filantrópicos. Por mutirão, participam cerca de 10 médicos voluntários (entre residentes e especialistas). 


Nestes 16 anos, apenas durante a pandemia o projeto foi suspenso devido à necessidade do isolamento social e as aulas remotas.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade