08/03/21
PUBLICIDADE
Provas em outubro e novembro

4 dicas de como estudar para o Enem no isolamento

Apesar da pandemia do coronavírus, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pela prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), divulgou dia 31 de março os editais com as datas de aplicação deste ano. A novidade é que esta edição terá provas impressa e digital, porém a versão digital não estará disponível para treineiros e não terá atendimento especializado.

Pixabay
Pixabay


O período de inscrição será de 11 a 22 de maio, com aplicação das provas em 11 e 18 de outubro (digital) e 1º e 8 de novembro (impressa). A dica do Colégio Adventista, que atende mais de 225 mil alunos, é a de continuar estudando e se preparando, utilizando o período de quarentena para intensificar a dedicação ao conteúdo do Enem.

O ideal é elaborar um plano de estudo e separar um tempo para se dedicar ao planejamento traçado. "Ele é uma ferramenta ótima para auxiliar o estudante a organizar seu tempo, tornando as sessões de estudo mais bem distribuídas e funcionais”, explica Marizane Piergentile, diretora de educação da rede adventista do ABCDM e Baixada Santista.

A primeira dica é definir a rotina, determinando um período para separar todo conteúdo do Enem e se dedicar aos estudos com qualidade. A segunda é a de traçar os objetivos e metas. O aluno deve se perguntar qual é o meu objetivo? Conseguir uma vaga em uma universidade pública ou privada? Qual é a universidade dos meus sonhos? Já as metas são as ações que devem ser cumpridas com sucesso para alcançar, no longo prazo, o objetivo, enfatiza o Colégio Adventista.

A terceira dica é a de determinar horários de estudos, incluindo pausas de 10 minutos a cada 50 minutos de estudo. "A pausa é necessária, pois o cérebro precisa processar o conteúdo que acabou de ser estudado e o aluno também precisa descansar o corpo”, explica a especialista.

Segundo a diretora de educação da Rede Adventista, a última dica, e não menos importante, é sobre o descanso, que deve ser levado à risca e, pelo menos uma vez por semana, o aluno precisa realmente descansar da rotina. "Sessões de estudo ininterruptas, madrugadas em claro estudando e outras maratonas do tipo são extremamente prejudiciais à saúde mental e física. O aluno tem que entender que se o corpo estiver saudável, a mente também estará saudável para absorver todo o conteúdo necessário para conquistar a vaga na tão sonhada universidade”, finaliza.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Confira!

Professores de escolas privadas aprovam greve em SP

08 MAR 2021 às 17h55
Saiba Mais!

Paraná integra rede nacional de pesquisa genômica para Covid

08 MAR 2021 às 16h58
Confira!

Itamaraty marca concurso para diplomata em meio a pior momento da pandemia no Brasil

08 MAR 2021 às 16h25
Diplomas Médicos

Inep publica resultado das análises de recursos do Revalida

08 MAR 2021 às 16h10
Inscrições abertas!

Países Baixos oferecem mais de 60 bolsas de estudo para brasileiros

08 MAR 2021 às 14h58
Não esqueça!

Selecionados no Prouni devem comprovar documentação até dia 12

08 MAR 2021 às 14h30
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados