14/05/21
PUBLICIDADE
EAD

Acesso de estudantes à internet aumenta para 88,1% em 2019, diz IBGE

Pixabay
Pixabay


O percentual de estudantes de 10 anos ou mais de idade com acesso à internet subiu de 86,6%, em 2018, para 88,1% em 2019. Apesar disso, 4,3 milhões ainda não utilizavam o serviço e a maior parte era de alunos de escolas públicas (95,9%).


Ao todo eram 4,1 milhões de estudantes da rede pública de ensino sem o acesso à internet, enquanto na rede privada eram apenas 174 mil alunos sem conexão à rede mundial de computadores.

Os números estão na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios) Contínua divulgada nesta quarta-feira (14) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que investigou no último trimestre de 2019 o acesso à TIC (tecnologia da informação e comunicação).

A pesquisa analisou as informações do período entre 2016 e 2019, sobre o acesso à internet e à televisão, além da posse de celular.

Na avaliação do IBGE, a diferença de acesso entre os estudantes de escolas particulares (98,4%) para os do ensino público (83,7%) é ainda mais significativa entre as grandes regiões do país. Os percentuais de estudantes da rede pública que utilizaram o serviço ficaram em 68,4% no Norte e em 77% no Nordeste. Nas demais regiões, o percentual variou de 88,6% a 91,3%.

Na rede de ensino privada, segundo a pesquisa, o uso da internet ficou acima de 95% em todas as grandes regiões, sendo que, no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, alcançou praticamente a totalidade dos estudantes.

Para a analista da pesquisa, Alessandra Scalioni Brito, esse resultado está relacionado à renda. Do total dos estudantes que não utilizaram a internet, em 26,1%, isso ocorria por considerar o serviço caro e 19,3%, em consequência do custo do equipamento eletrônico para navegar na rede. "Essas diferenças são ainda maiores entre os estudantes da rede pública e da rede privada, revelando um traço de desigualdade que ficou ainda mais evidente na pandemia, quando o ensino presencial foi suspenso e as famílias tiveram que se adaptar às aulas remotas”, destacou.

Celular

A pesquisa indicou ainda que, em 2019, o uso do celular para acessar a internet atingiu a 97,4%. o que representou um avanço, mas, ainda assim, o percentual dos alunos de escolas públicas que tinham o aparelho para uso pessoal era apenas 64,8%, sendo que nem todos eles tinham acesso à rede. Na rede privada, o uso era bem maior e alcançava 92,6%. A diferença era ainda maior no Norte do país, onde apenas 47,5% dos alunos do ensino público tinham um celular.

Entre os estudantes da rede pública sem telefone celular em 2019, 41,2% disseram que era pelo alto custo do aparelho. Outros 28,7% relataram não possuir aparelho porque usavam o de outra pessoa. Os motivos mais comuns para esta situação em estudantes da rede privada também foram estes dois argumentos, sendo que o uso de aparelho de outra pessoa tem peso maior (40,3%) que a questão de o aparelho telefônico ser caro (20%).

"Esses dados mostram que estudantes da rede pública tinham menos acesso a telefone próprio e a questão financeira tinha um peso maior. E como o celular é o principal meio de acesso à internet, num contexto de ensino remoto, provavelmente, esses estudantes terão mais dificuldades do que os da rede privada”, contou Alessandra.

A Pnad Contínua TIC para 2019 mostrou ainda que enquanto o uso do celular por estudantes para acessar à internet vem subindo ao longo dos anos, a utilização do microcomputador, no entanto, segue em ritmo oposto. No início da pesquisa, 70,6% dos estudantes usavam computador para navegar na internet, mas em 2019 eram 56%. Outro crescimento foi o do uso da televisão para navegar na internet, que subiu de 11,9% para 35,0%. O tablet era usado somente por 13,4% dos estudantes, a maioria da rede privada.
Agência Brasil
PUBLICIDADE
Continue lendo
Inclusão é necessária!

Em São Paulo, 15% das pessoas com deficiência nunca tiveram um emprego

14 MAI 2021 às 17h40
Incentivo à leitura

Depen-PR recebe doação de 14 mil livros do Ministério da Justiça

14 MAI 2021 às 17h00
Saiba como doar!

Banco de Leite Humano do HU/UEL incentiva doação em campanha mundial

14 MAI 2021 às 16h40
Saiba Mais!

UEL integra rede nacional de usina fotovoltaica para previsão de tempo em fazendas

14 MAI 2021 às 16h18
Confira!

Paraná ultrapassa 1,4 mil trabalhadores da educação vacinados contra a Covid-19

14 MAI 2021 às 15h57
Não perca!

Universo: Olimpíada sobre astronomia está com inscrições abertas

14 MAI 2021 às 14h38
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados