Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Ensino híbrido: o que é e como funciona

CV Bonde
06 out 2021 às 18:29
Continua depois da publicidade

O ensino híbrido é um método inovador que busca aumentar os resultados do aprendizado estudantil, e após a pandemia do coronavírus a implementação desse método de ensino ganhou forças, tornando-se uma solução para a nova realidade das escolas. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Para proteger a saúde dos estudantes foi necessário adotar o Ensino a Distância (EAD), e agora que chegou o momento da volta às aulas, tornou-se necessário encontrar o equilíbrio entre as aulas presenciais e digitais, para otimizar o aprendizado das crianças e adolescentes, além de se adequar as diversas vantagens que a tecnologia pode proporcionar aos estudos. Com essa nova realidade, nada poderia ser melhor do que o ensino híbrido, quer saber mais sobre ele? Confira abaixo:  

Continua depois da publicidade

Ensino híbrido na educação infantil

É importante ressaltar que o ensino híbrido não se resume em dividir atividades entre aulas presenciais e virtuais, mais do que isso, este sistema de ensino também diversifica os meios de aprendizado presenciais, revezando entre aulas tradicionais em sala de aula e atividades de desenvolvimento cognitivo fora de sala, através de atividades recreativas que unem o elemento educativo de maneira criativa, aumentando a concentração dos alunos.

Continua depois da publicidade


A metodologia híbrida também pode ser aplicada intercalando aulas presenciais e digitais, meio o qual se tornou uma solução para o retorno das aulas pós pandemia, onde se torna possível intercalar turmas e reduzir as aglomerações, fazendo com que metade da sala compareça na escola e a outra metade estude em casa via aulas digitais, e a cada semana intercale o grupo que terá que comparecer presencialmente na escola.

Créditos: rawpixel

O que é o ensino híbrido?

A modalidade de ensino híbrido busca unir as vantagens do estudo tradicional com os novos aspectos do aprendizado digital e tecnológico. Ele veio para se adequar as novas necessidades das crianças e adolescentes frente a evolução tecnológica e mudanças mundiais, levando-se em conta que a nova geração tem muito mais afinidade com smartphones, computadores e tablets. 


Além disso, a educação híbrida possibilita um maior desenvolvimento educacional e pessoal, incentivando o desenvolvimento de habilidades que tornem o aluno autodidata, ao mesmo tempo que otimiza o proveito das aulas presenciais.


Apesar de todos os problemas enfrentados nesta pandemia, ela foi uma divisora de águas que trouxe à tona os debates sobre metodologias de ensino, dando a chance de buscar formas de aprendizado mais eficientes, que levou ao incentivo de implementação do ensino híbrido.

Como funciona o ensino híbrido?

O ensino híbrido se diferencia principalmente por adotar dois estilos de aprendizado de modo simultâneo. Na maioria das vezes metade da sala comparece a aula presencial, enquanto a outra metade desfruta do ensino a distância, onde assistem vídeo aulas. 


Sala invertida


É interessante notar que na maioria das vezes o ensino hibrido inverte a metodologia tradicional, colocando a maior parte do ensino técnico nas aulas gravadas que são assistidas a distância, enquanto a aula presencial foca mais em dar a oportunidade para alunos tirarem duvidas com os professores sobre temas que o estudante estudou previamente em casa, aumentando o aproveitamento.


Rotação de laboratório


O esquema de dividir os alunos em dois grupos para intercalar entre atividades presenciais e virtuais, ajuda a evitar aglomerações e ainda diversifica os tipos de atividades, de modo que o aprendizado não se torne cansativo para os jovens, aumentando sua absorção de informações. 

Vantagens do ensino híbrido

A principal vantagem da modalidade de ensino hibrido está na otimização de tempo dos alunos e professores, além da redução de gastos. Além disso, ele traz diversos benefícios para o desenvolvimento dos alunos, apresentando maior eficiência que o método de ensino tradicional.

Desvantagens do ensino híbrido

Apesar de tantos pontos positivos, também há algumas desvantagens, a principal entre elas é a dificuldade de se organizar a rotação de alunos, devido a necessidade de aplicar a divisão de atividades de forma bem estruturada para que não ocorra um efeito inverso do que se espera.


Além disso esse método de ensino exige maiores recursos de ferramentas de ensino, havendo necessidade de que os alunos tenham computadores ou smartphones para assistirem as aulas virtuais, o que traz uma barreira aos alunos que passam por dificuldades financeiras.

Continue lendo