Pesquisar

Canais

Serviços

- Rafael Machado/Grupo Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Violência

Garoto de 13 anos morre depois de briga em saída do colégio em Apucarana

Pedro Marconi e Rafael Machado - Grupo Folha
22 jun 2022 às 14:01
Continua depois da publicidade

Um garoto de apenas 13 anos morreu na noite de terça-feira (21), em Apucarana (Centro-Norte), depois de apanhar de outros adolescentes, que têm entre 12 e 15 anos. A briga aconteceu a duas quadras do colégio estadual cívico-militar Padre José Canale, onde o menino estudava e foi após a saída da aula. Ele chegou a ser atendido por uma equipe de um posto de saúde próximo e posteriormente o Siate (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência), foi levado para o Hospital da Providência, porém, não resistiu. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


“A Polícia Militar foi acionada pelo 190 com o relato de que algumas pessoas teriam agredido um adolescente e em seguida fugiram. Imediatamente a polícia foi até o endereço e encontrou o adolescente desacordado e junto a ele havia uma testemunha, que tentava reanimá-lo. Ela relatou que visualizou, pelo menos, seis indivíduos agredindo essa vítima”, afirmou a soldado Gabriela, do 10º Batalhão da Polícia Militar. 

Continua depois da publicidade


Segundo a Polícia Civil, o adolescente tinha comorbidades e a suspeita é de que ele não foi a óbito diretamente em razão das agressões. “Durante as vias de fato a vítima sofreu um mal súbito, caiu desacordada, convulsionou e os demais fugiram. Não chegaram a ter agressões contundentes. Verificamos o estado do corpo da vítima e não havia sinais visíveis de traumas e agressões. Acreditamos que a causa da morte não tenha sido a agressão, mas a comorbidade pré-existente, que veio a desencadear por conta do estresse da briga”, detalhou o delegado Felipe Ribeiro Rodrigues, em entrevista à RICtv. 


Continue lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade