Pesquisar

Canais

Serviços

Atenção ao cronograma

Guarda Municipal de Londrina: concurso será aberto nesta sexta-feira

- Gustavo Carneiro/Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha
10 jun 2022 às 09:05
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

O concurso da GM (Guarda Municipal) de Londrina será aberto às 17h desta sexta-feira (10) no site da Cops (Coordenadoria de Processos Seletivos) da UEL (Universidade Estadual de Londrina) - cops.uel.br -, organizadora do certame. Os interessados terão até o dia quatro de julho para fazer a inscrição, que tem taxa de R$ 43. O valor deverá ser quitado até cinco de julho. Inicialmente serão ofertadas 35 vagas, com salário “bruto” de R$ 3.364,77 para uma carga de 36 horas semanais. A expectativa é de que 14 mil pessoas participem.

Continua depois da publicidade


A ideia é que os novos agentes supram, pelo menos, parte das perdas dos últimos anos da corporação. “Na época que instauramos o procedimento licitatório este era o número de vagas que existia. De lá para cá teve a pandemia (de coronavírus), que acabou atrasando a publicação, e outras vagas surgiram. Agora, precisamos ao longo do certame discutir a questão financeira e orçamentária, se temos condição de absorver mais candidatos”, explicou Pedro Ramos, secretário municipal de Defesa Social. 


Criada em 2010, a Guarda Municipal tinha perspectiva – na época - de dispor de aproximadamente mil agentes ao longo dos anos. Entretanto, atualmente são cerca de 310. “A capacidade do município em contratar tem que ser levada em conta, porque temos capacidade financeira e orçamentária e tem várias demandas de trabalho que têm que ser atendidas. Não contratamos o quanto seria ideal, mas aquilo que é possível”, ponderou. 


Ramos também destacou que a tecnologia tem sido uma aliada para otimizar o trabalho dos guardas diante das atribuições – que incluem Patrulha Maria da Penha, Guarda Rural, segurança dos prédios municipais, operações com cães, fiscalizações, entre outras - e a quantidade de servidores. “Evidente que se tiver mais guardas, a prestação de serviço melhora em qualidade, mas hoje estamos superando isso usando câmeras de monitoramento, alarmes, para que consigamos cobrir a maior área possível e o maior número possível de próprios públicos”, defendeu. 


Veja mais detalhes na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade