05/03/21
PUBLICIDADE
Saúde Mental

Retorno das aulas presenciais evita maiores prejuízos emocionais para estudantes, avaliam educadores

Reprodução/Pixabay
Reprodução/Pixabay


A volta às aulas presenciais nas escolas particulares está programada para o início de fevereiro em algumas cidades do país. A decisão tem o apoio de pais e educadores que estão preocupados com a saúde mental dos jovens longe das escolas.


Para a diretora escolar Priscila Raso, o retorno às aulas presenciais para os alunos da educação infantil será diferente dos ensinos fundamental e médio e das faculdades. Na opinião da educadora, o desafio para os profissionais da educação que lidam com o público infantil vai ser trabalhar a questão emocional na volta às aulas.

"Com os alunos menores o processo é mais delicado, pois envolve o emocional das crianças. Por isso, manter o vínculo da criança com a escola durante o isolamento social é importante, pois esse período mexeu muito com a saúde mental das crianças”, avalia Raso.

Prejuízos emocionais - A relação do estudante com a escola contribui para o desenvolvimento das capacidades coletivas e individuais. O prejuízo de deixar o aluno muito tempo afastado do ambiente escolar não é só acadêmico. Pedagogos e psicopedagogos destacam que há perdas emocionais quando o vínculo com a escola se rompe. O convívio escolar é propício para a expressão de sentimentos, de acordo com a psicóloga Sabrina Costa. "A escola pode ajudar os alunos a estarem conectados com a vida, além de fazer com que criem espaço de transparência e diálogo”, ressalta.

Para o diretor escolar Phelipe Ferreira, o prejuízo vai além do conteúdo. "Na minha visão, não é só a perda de socialização, de contato físico, do contato com a escola. O conteúdo a gente recupera, mas o tempo sem o contato com as pessoas pode prejudicar a mente das crianças”, argumenta.

Retorno com ensino híbrido - Um levantamento conduzido pela Fundação Lemann, em julho de 2020, ouviu pais de estudantes em todo o país e chegou à conclusão de que o ensino híbrido é apontado como uma das alternativas apoiadas por esses responsáveis.

Dentre as alternativas para a retomada das aulas com segurança, respeitando o distanciamento social e a capacidade de cada sala de aula, a pesquisa mostrou que 92% dos pais defendem a continuidade das atividades virtuais em casa em conjunto com as aulas presenciais (ensino híbrido).
Redação Bonde com assessoria de imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Saiba Mais!

Brasil tem 44 cursos de graduação e pós entre os 100 melhores do mundo

04 MAR 2021 às 17h58
Confira!

Doria mantém escolas abertas na fase vermelha em São Paulo para estudantes vulneráveis

04 MAR 2021 às 17h38
Inscreva-se!

CIEE abre seleção para estágio na Caixa Econômica Federal

04 MAR 2021 às 15h40
Gosta de cantar?

Casa de Cultura abre inscrições para alunos dos Coros Infantil e Adulto

04 MAR 2021 às 14h55
Entenda

Fragmento de cometa pode ter causado o fim dos dinossauros, aponta estudo

04 MAR 2021 às 09h25
Confira!

Bolsa Permanência do Prouni será paga a partir desta quarta (03)

03 MAR 2021 às 17h45
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados