Pesquisar

Canais

Serviços

Agência Espacial Federal Russa/Divulgação
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Rochas lunares viram poeira?

Semana Mundial do Espaço: Confira 7 curiosidades sobre o espaço sideral

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
07 out 2021 às 17:03
Continua depois da publicidade

Na semana que vai do dia 4 ao dia 10 de outubro, eventos e conteúdos relacionados ao espaço são realizados em escolas ao redor do mundo. A Semana Mundial do Espaço foi criada pela ONU (Organização das Nações Unidas) para celebrar a ciência e a tecnologia espacial e como o seu uso pode contribuir para a melhora das condições de vida na Terra. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Os dias não foram escolhidos ao acaso: no dia 4 de outubro de 1957, o primeiro satélite terrestre já construído, o Sputnik I, foi lançado na atmosfera. Já no dia 10 de outubro de 1967, os países membros da ONU assinaram o Tratado de Exploração Pacífica do Espaço.

Continua depois da publicidade


O espaço é um tema que atrai a curiosidade e, em muitos casos, a paixão de pessoas de todas as idades. O professor de Química do colégio Marista Frei Rogério, Angelo Pinto, separou algumas informações relacionadas ao que existe além de nosso pequeno planeta azul. 


1 - Rochas lunares viram poeira na Terra

Continua depois da publicidade

Quase 400 kg de rochas trazidas da Lua entre os anos de 1969 e 1972 estão se transformando em poeira aqui embaixo. Acredita-se que isso se deve ao vapor d’água, que multiplica os poros das pedras lunares. Porém, a maior parte (70%) dessas rochas está sendo conservada em nitrogênio e ainda não foi examinada pela Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos.


2 - Pioneira espacial

A primeira mulher que foi ao espaço foi a russa Valentina Tereshkova, em 1963. Sozinha na cápsula espacial Vostok 6, ela orbitou a Terra por cerca de três dias, completando 71 voltas ao seu redor. 


Além de pioneira em deixar a atmosfera terrestre, até hoje ela é a única mulher a realizar uma missão solo no espaço. Hoje, Valentina tem 84 anos e já disse em entrevistas que sonha em passar seus últimos anos de vida em Marte.


3 - Caminhada longa

A Lua fica a uma distância de 384 mil km da Terra. Se fôssemos andar até ela, essa caminhada levaria 14 anos. Já se fosse uma viagem de carro, chegaríamos em cerca de cinco meses. 


4 - Licor de framboesa interplanetário

No centro de nossa galáxia, a Via Láctea, há uma nuvem de poeira que recebeu o nome de Sagittarius B2. Por ser composta por bilhões de litros de álcool e uma substância chamada metanoato de etila, os cientistas acreditam que, se desse para ir vê-la de perto, sentiríamos cheiro de rum e gosto de framboesa.


5 - Uma camada de lixo orbita a Terra

Estima-se que mais ou menos 500 mil objetos considerados lixo espacial se encontrem gravitando em torno de nosso planeta. São principalmente peças de naves e foguetes e ferramentas perdidas, resíduos das missões espaciais. 


E, por falar em lixo, você sabia que, na Lua, existem quase cem sacos de cocô deixados pelos astronautas? Além de objetos como fotografias, botas, lenços umedecidos usados e embalagens da comida levada pelos tripulantes das naves.


6 - Planetas gasosos

Júpiter, Saturno, Urano e Netuno não possuem uma superfície sólida, porque são planetas gasosos. Então, seria impossível pisar neles. Apesar disso, seria impossível atravessá-los, porque, além de provavelmente terem um núcleo sólido, esses planetas têm pressão atmosférica altíssima, ventos mais fortes que furacões e temperaturas que podem chegar aos 15 mil graus Celsius. 


7 - Potência de motor

A potência média dos motores de primeiro estágio de foguetes que vão ao espaço é de 22 milhões de cavalos de força (Hp ou horse power), sendo que são usados dois para conseguir fazer essa arrancada. Em comparação com a potência de automóveis, seriam necessários mais de 27 mil Bugattis Centodieci, o carro mais potente do mundo (até agora).

Continue lendo