Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

UEL estuda ofertar curso de AI e atender demanda nacional

Micaela Orikasa - Grupo Folha
18 jul 2022 às 17:00
- Anete Lusina/Pexels
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A notícia de que a UEL (Universidade Estadual de Londrina) estuda implementar o curso de graduação em Ciência de Dados e Inteligência Artificial joga holofotes sobre a urgência de se formar profissionais nessas áreas para atender um mercado de trabalho emergente.  


LEIA TAMBÉM: UEL debate criação do curso de Ciência de Dados e Inteligência Artificial

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Representantes de entidades na área de tecnologia em Londrina conversaram com a FOLHA sobre a necessidade e a importância deste curso passar a ser ofertado na instituição londrinense.

Leia mais:

Imagem de destaque
JARDIM BANDEIRANTES

Londrina: EJA tem matrículas abertas no CCI Oeste para idosos acima de 60 anos

Imagem de destaque
Prova em maio

Vestibular 2024.2 da UTFPR oferta 4.219 vagas em 106 cursos; inscrições começam em 26 de fevereiro

Imagem de destaque
Confira!

Concurso da prefeitura de Londrina divulga cargos e banca organizadora

Imagem de destaque
Confira

Estudo mostra que Viagra pode estar associado à redução de casos de Alzheimer


Para Lucio Kamiji, membro do APL (Arranjo Produtivo Local) de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação), no Fórum Desenvolve Londrina, as iniciativas na área de educação, tanto para ensino profissionalizante quanto de graduação e pós-graduação, são muito importantes em função da ausência de mão de obra.  

Publicidade


“Até 2025, o mercado deverá movimentar nessas duas áreas (Ciência de Dados e Inteligência Artificial) cerca de R$ 150 bilhões. Só o setor de análise de dados deverá crescer em torno de 12% ao ano até 2025 e a de Inteligência Artificial vai crescer 18% ao ano”, diz, citando os dados da Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais). 


A entidade aponta ainda que, até 2025, novos 797 mil empregos serão gerados na área de TIC, demandando uma média de 159 mil profissionais por ano. 


Continue lendo na Folha de Londrina.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade