Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
SOS RS

UEL recruta voluntários para ajudar na triagem de donativos para o RS

Grupo Folha de Londrina
15 mai 2024 às 19:51
- Roberto Custódio
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A campanha institucional “UEL em Ação – SOS RS – Seja um Voluntário” pretende recrutar pessoas para apoiar o trabalho desenvolvido pelos Correios na triagem, carregamento e transporte de donativos para o estado atingido pelas enchentes. 


A campanha é direcionada a estudantes, professores, agentes universitários, aposentados e egressos da Universidade Estadual de Londrina e o serviço voluntário começa nesta quinta-feira (16).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Os voluntários deverão atuar na separação dos donativos arrecadados na última semana no Norte do estado. Para participar basta acessar o formulário Google Drive e preencher com dados pessoais e horários disponíveis para ajudar. Os voluntários receberão certificado de participação expedido pela Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (Proex) da UEL.

Leia mais:

Imagem de destaque
Em 30 de junho

Concurso do CNJ tem horários de provas divulgados; local do exame sai na sexta (21)

Imagem de destaque
infraestrutura ecológica

Enchente não é inimiga, precisamos de solução baseada na natureza, diz defensor de cidade-esponja

Imagem de destaque
Votação simbólica

Comissão do Senado aprova texto da nova reforma do ensino médio

Imagem de destaque
E agora?

Não pagou a taxa de inscrição do Enem? Veja como fazer


O trabalho deverá ser feito em escalas, de segunda-feira a sábado, das 8h às 13h e das 14h às 17h, no Centro de Distribuição dos Correios de Londrina (Av. Juvenal Pieratroia, s/n, Jardim Colúmbia, zona oeste). Segundo a pró-reitora de Extensão, Cultura e Sociedade, professora Zilda Andrade, a campanha surgiu a partir da constatação de que a ajuda efetiva para o Rio Grande do Sul demanda a organização de todos os donativos que estão chegando em grande quantidade às agências dos Correios de todo o país.

Publicidade


Andrade observa que a UEL, que reúne uma comunidade de mais de 20 mil pessoas, fora os egressos e aposentados, pode colaborar com pessoas doando seu tempo para fazer esse serviço. No caso dos servidores da UEL, existe a possibilidade de trocar algumas horas de trabalho pela ação voluntária, mediante anuência da chefia imediata. Para os estudantes, como a universidade está na fase final do ano letivo 2023, existe maior disponibilidade de horários para que os acadêmicos participem das escalas.


De acordo com o reitor em exercício da UEL, Airton Petris, a questão ambiental sempre esteve na pauta na universidade e, em um momento excepcional da história do Brasil, a UEL faz sua parte lançando a campanha. “É a nossa forma de contribuir. Nesse momento, vamos classificar o que foi doado para os Correios, que já têm um volume bastante grande de doações”, afirmou. Ele também revelou que mais ações devem ser executadas, de acordo com as necessidades do estado vizinho.

Publicidade


Em visita à Central dos Correios, a universidade foi informada de que existem hoje mais de mil contêineres carregados de donativos que necessitam de separação. São itens de vestuário, por exemplo, que precisam ser divididos entre masculino, feminino e infantil, de inverno e verão. Existem ainda alimentos, ração animal e água.


A logística é padronizada. Após a classificação e separação, funcionários dos Correios empilham os donativos em pallets, fecham com plástico filme e colocam nos caminhões que deverão seguir para o Rio Grande do Sul, conforme orientações da Defesa Civil gaúcha.


Hoje, existe uma listagem dos produtos considerados prioritários para os gaúchos: cobertor, água, alimentos para cestas básicas, itens de higiene pessoal e limpeza, produtos de cama, mesa e banho e ração para animais. Para armazenar os itens, também são aceitas doações de caixa de papelão grandes.


A campanha institucional “UEL em Ação – SOS RS – Seja um Voluntário” é organizada pelos órgãos da reitoria, suplementares e de apoio e centros de estudos. (Com informações da Agência UEL)

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade