Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Casamento da tia

Cara Delevingne diz que ficou bêbada pela primeira vez aos oito anos

Leonardo Volpato - Folhapress
09 jul 2024 às 06:50
- Divulgação/Disney+
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A modelo e atriz Cara Delevingne, 31, revelou em entrevista ao Sunday Times que seu primeiro porre de bebida alcoólica aconteceu bem cedo, aos oito anos, durante um casamento de uma tia.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Aos 88

Morre Iran Lima, o Candido Manso da Escolinha do Professor Raimundo

Imagem de destaque
Assista:

Benny Blanco faz 'sanduíche' de melancia, picles e queijo e prova com Selena Gomez. Provarias?

Imagem de destaque
De câncer

Morre Whitney Rydbeck, ator de 'Sexta-Feira 13' e 'O Dorminhoco', aos 79 anos

Imagem de destaque
Patrícia

Gisele Bündchen comemora aniversário de 44 anos com irmã gêmea

A atriz teve problemas recorrentes com álcool e drogas durante muito tempo e afirmou que recorria a essas substâncias para tentar superar o que chamou de "tempos difíceis".

Publicidade


"Eu costumava pensar que as drogas e o álcool me ajudavam a lidar com a situação. Mas não, me deixavam triste e super deprimida. Sinto que recuperei meu poder e não estou sendo controlada por outras coisas", disse.


Desde 2022 que a britânica não usa nada. A ficha só caiu depois que fotos dela visivelmente alterada num festival de música rodaram as redes sociais.

Publicidade


"Eu me coloquei nessa situação, esse é o meu trabalho, é o que eu faço. Mas, sem isso, eu estaria sóbria agora?", questionou a atriz.


Apesar disso, ela conta que não deixou de sair com pessoas que consomem bebida e drogas, mas agora consegue se controlar. Em junho, ela foi ao Festival de Glastonbury.

Publicidade


"Foi igualmente divertido. Eu nunca quero que minha vida mude dessa maneira."


À revista Vogue, no ano passado, Cara falou que as imagens em que ela aparecia descabelada e descalça em um aeroporto nos Estados Unidos. Ela diz que as imagens foram uma fonte de vergonha e serviram como um chamado para que ela se afastasse do álcool e das drogas.


"Eu não tinha dormido. Eu não estava bem. É desolador, porque pensei que estava me divertindo, mas chegou a um ponto em que estava, tipo, ok, eu não pareço bem", disse. "Sabe, às vezes você precisa de um choque de realidade, então, de certa forma, essas imagens eram algo para se agradecer".


Imagem
Clientes processam a Netflix um ano após fim de compartilhamento de senhas
O fim do compartilhamento de senhas da Netflix, em maio de 2023, levou a empresa de streaming a sofrer uma série de ações judiciais no Brasil. Quase mil clientes (943, especificamente) entraram na Justiça para voltarem a usufruir do benefício.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade