Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Instagram
Crise familiar

Cid Moreira diz querer proteger casamento e que tem nojo de processo

Folhapress
03 ago 2021 às 16:38
Continua depois da publicidade

O jornalista Cid Moreira, 93, diz sentir nojo de todo esse transtorno que envolve seu nome e o da esposa, a jornalista Fátima Sampaio, 58. Rodrigo e Roger Moreira, filhos dele, pedem a interdição do pai na Justiça e a prisão da madrasta por possíveis crimes de maus-tratos e estelionato.

Continua depois da publicidade


Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o casal abriu o jogo sobre o atual momento que vive. "Estou com nojo de tudo isso. Isso tudo é besteira. Estou feliz à beça, vamos completar 21 anos de casados em novembro e esses caras [filhos] estão nos enlouquecendo. Nenhum dos dois foi educado por mim, mas pelas mães", diz Cid.

Continua depois da publicidade


O apresentador continua. "Estou envergonhado disso tudo. Eles querem perturbar um casamento que deu certo. Eu quero proteger o meu matrimônio que é o céu para mim. Agora em setembro farei 94 anos. Lutei tanto para enfrentar uma baboseira dessa?", se pergunta.


O mais recente episódio desse processo foi confirmado nesta terça-feira (3) pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Um caseiro que trabalhou por 26 anos com o jornalista e apresentador Cid Moreira foi ouvido pela Justiça.

Continua depois da publicidade


Segundo o TJ-RJ, uma petição foi juntada ao processo pelos autores da ação pedindo para anexar a ele o depoimento do ex-profissional. Ainda não há decisão.


O teor do depoimento não pode ser confirmado pelo TJ-RJ. Porém, segundo o site Notícias da TV, o ex-caseiro diz nos autos que já viu absurdos no tratamento de Fátima para com Cid. Dentre eles, as refeições que seriam requentadas e de péssima qualidade.


Ainda de acordo com o relato do ex-funcionário, ele diz ter testemunhado diversas ocasiões em que Cid Moreira era deixado sozinho quando Maria de Fátima saía sem dar explicações e só voltava de noite.


Em outro trecho, segundo os autos e o Notícias da TV, ele conta que a esposa de Moreira repassava altas quantias de dinheiro para conhecidos, amigos e familiares. Sobre supostas agressões, o ex-caseiro conta que certa vez viu Cid com um olho roxo sem explicações.


A jornalista Fátima se defende. Segundo ela, o caseiro trabalhou com a família por 26 anos e o casal teria o ajudado com uma gratificação de R$ 40 mil após seu desligamento. Segundo Fátima, a demissão ocorreu quando o casal se mudou para a Serra e ele não quis ir.


"Agora, será que estão oferecendo algo a ele em troca desse depoimento? Temos amigos e funcionários daquela época que podem falar pela gente. Muito triste isso tudo", afirma à reportagem.


Os filhos de Cid Moreira abriram um processo para interdição dele no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro no dia 20 de julho. A ação, à qual a reportagem teve acesso, foi protocolada com pedido de urgência, alegando tratar-se de "pessoa idosa, senil e que tem problemas psiquiátricos ocasionados pela idade".


Nos documentos judiciais, Fátima é acusada de "depenar totalmente o idoso, em puro estelionato senil, apropriação indébita e formação de quadrilha".


Ela também é acusada pela defesa dos filhos de Moreira de maus-tratos e cárcere privado, sem que familiares próximos possam visitá-lo. Segundo os filhos, ela ofereceria comida estragada para o pai, além de deixá-lo sem medicação e de agredi-lo verbalmente.


De acordo com o advogado dos filhos, Ângelo Carbone, também já foi aberta uma ação penal que está em andamento no Ministério Público na qual é pedida a prisão provisória dela.


"Essa história de prisão é absurda. Temos advogado trabalhando no caso. Estão falando coisas tão absurdas. A gente quer se manter discreto, pois é muito feio isso. Os filhos dele tem algum transtorno, não conseguiram ganhar na Justiça. Fico estressada, mas sou humana. Vejo meu nome com um monte de lixo", dispara Fátima.


Crise familiar


A crise na família de Cid Moreira veio à tona há algumas semanas. No último dia 13 de julho, Roger contou no Balanço Geral (Record) que havia sido deserdado pelo pai. A reportagem mostrou um documento que teria sido enviado ao rapaz pelo locutor.


"Você continua sendo meu filho adotivo porque não consegui reverter a adoção", diz o texto. "[Mas] fiz um documento e deserdei você."


Roger é sobrinho da ex-mulher de Cid Moreira, Ulhiana Naumtchyk. Ele foi adotado após uma temporada de férias na casa dos tios e passou a morar com eles depois.


Fátima falou sobre o assunto nas redes sociais no dia seguinte a esse episódio. Ela disse que o locutor não poderia comentar porque o caso envolvia segredo de Justiça.


"Não é uma questão para eu julgar por que fizeram isso", avaliou. "Ele foi adotado adulto, não foi abandonado bebê pelo Cid. Tinha pai e mãe, ele deixou pai e mãe para ser adotado pelo Cid e pela tia já adulto."


Alguns dias depois, Rodrigo, que é filho biológico do locutor, também se manifestou. Comerciante no interior de São Paulo e fruto do relacionamento do pai com Olga Verônica Radenzev Simões, ele disse no mesmo programa que os dois tiveram pouco contato ao longo da vida.

Cid Moreira também teria dito a ele que não queria mais ser pai dele. "Gostaria do impossível, que seria ele me abraçar, sair comigo e eu saber um pouco dos gostos dele, do que ele gosta de comer. Uma convivência de pai para filho", lamentou.


Continue lendo