25/02/21
PUBLICIDADE
Saiba mais

'Bíblia' tem versão grega traduzida por Frederico Lourenço, convidado da Flip

Uma nova versão da Bíblia em português chega agora ao Brasil com tradução direta do grego de Frederico Lourenço, renomado tradutor luso da Ilíada e da Odisseia, o primeiro dos seis volumes, com os quatro evangelhos. O projeto é da Companhia das Letras. O intelectual português também será um dos convidados da próxima edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) - onde ele lançará a edição brasileira de Livro Aberto: Leituras da Bíblia (Oficina Raquel), coletânea de ensaios sobre as escrituras.

Segundo o autor no prefácio da nova edição da Bíblia - feita a partir da versão grega, conhecida como Septuaginta - o novo texto "privilegia de forma não doutrinária, não confessional e não apologética a compreensão do texto grego". Lourenço é professor de estudos clássicos na Universidade de Coimbra e é o mais recente vencedor do Prêmio Pessoa, um dos principais reconhecimentos literários de Portugal. Sobre o trabalho, que desenvolve desde 2014, ele respondeu a algumas questões da reportagem.


O senhor considera a comunidade católica de Portugal - ou alguma parte dela - intelectualmente estimulante?

Eu próprio já não sou católico há muitos anos. Não sou ateu, pois não me custa admitir que Deus exista, mas não pertenço a nenhuma igreja. Hoje, considero-me somente um historiador dos primórdios do cristianismo, com enfoque no Novo Testamento. Tenho bons amigos católicos, com quem tenho conversas estimulantes, mas como não estou inserido na comunidade católica é difícil para mim ter uma ideia dos católicos no seu conjunto.

Essa pergunta se relaciona com a anterior: como foi, na sua visão, a acolhida que a sua tradução teve entre pensadores religiosos em Portugal?

Não é fácil num país como Portugal, dominado desde sempre pela Igreja Católica, aceitar a nova realidade de uma tradução da Bíblia empreendida sem vínculo religioso e baseada apenas em critérios históricos e linguísticos. Apesar disso, houve uma acolhida positiva (sobretudo do público leitor). O meu trabalho não visa a pôr em causa a religião: apenas pretende dar a ler a Bíblia de uma forma objetiva.

Uma dúvida: é a primeira tradução para o português publicada em larga escala e feita fora do espectro dogmático/religioso? Pergunto isso porque, como o senhor bem sublinha no prefácio, a tradução e até a leitura da Bíblia quase sempre tiveram um estrito controle religioso, especialmente católico.

Em Portugal, a novidade é precisamente essa: é a primeira vez que está disponível uma tradução do Novo Testamento que não foi feita por um padre católico ou por um pastor protestante. Isso marca uma mudança, que algumas pessoas podem considerar incômoda.


Traduções brasileiras fizeram parte da sua pesquisa?

A minha opção foi no sentido de limitar a consulta de traduções em língua portuguesa, para manter a frescura da abordagem. Trabalhei sobretudo com comentários focados no texto grego (e não na sua teologia), em inglês e alemão.

Um articulista português, católico, disse que "a Igreja Católica não tem nada a temer com a tradução portuguesa da Bíblia grega feita sob perspectiva histórica, não confessional. O mesmo não direi de algumas denominações fundamentalistas em contexto protestante". Isso é uma preocupação para o senhor, em algum nível?


Não é preocupação para mim, pois realizei o trabalho com plena consciência de que os meus critérios são diferentes daqueles que presidem as traduções católicas e protestantes. Mas sei que o protestantismo tem um largo espectro de denominações: penso que muitas estão abertas ao estudo crítico e histórico da Bíblia.

O senhor vê conexões de ordem literária, estética, entre os textos gregos (penso em Homero) e os livros da Bíblia - especialmente os evangelhos? É possível comparar esses textos de alguma forma?

O grande denominador comum é a língua grega. A palavra "evangelho" já ocorre na Odisseia de Homero. É muito importante perceber a história das palavras gregas que dão corpo ao Novo Testamento. Discordo dos biblistas sobretudo católicos que querem passar a ideia de que a língua grega em que foi escrito o Novo Testamento é "grego bíblico", sem relação com a história anterior da língua grega.

BÍBLIA - NOVO TESTAMENTO
Tradução: Frederico Lourenço
Ed.: Companhia das Letras (424 págs., R$ 69,90)

O aguardado primeiro volume da tradução da Bíblia grega, a mais completa de todas, chega hoje às livrarias. Com apresentação, tradução e notas de Frederico Lourenço, tradutor premiado que já verteu para o português obras clássicas como "Ilíada" e "Odisseia", esta edição, que será composta por seis volumes, toma por base o texto original do Novo Testamento, com seus 27 livros, e a versão grega do Antigo Testamento, também conhecida como "Bíblia dos Setenta", composta por 53 livros originalmente escritos em hebraico e traduzidos para o grego no século III a.C. Neste primeiro volume, o leitor encontrará os quatro evangelhos do Novo Testamento, e poderá desfrutar das particularidades da voz de cada Evangelista. A tradução rigorosa, marcada pela busca do sentido mais profundo das palavras originais, ressalta a dimensão literária deste que é o maior livro de todos os tempos. #biblia #novotestamento

Uma publicação compartilhada por Companhia das Letras (@companhiadasletras) em



Agência Estado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Confira

Eliminação de Karol Conká rende melhor audiência do Big Brother em dez anos

24 FEV 2021 às 17h56
'Amor da Minha Vida'

Cleo e Fábio Jr. lançam música de Fiuk durante BBB e não descartam parceria dos três

24 FEV 2021 às 17h15
Entenda

Mia Farrow diz que lutava para respirar após descobrir caso de Woody Allen com filha

24 FEV 2021 às 16h36
Confira!

Cardi B e Mariah Carey falam de racismo e prometem parceria

24 FEV 2021 às 15h58
Saiba mais

Juíza arquiva processo de grupo cristão contra Porta dos Fundos e Netflix

24 FEV 2021 às 15h30
Após eliminação

'Estão indo além', afirma Karol Conká, ao contar que família tem sofrido ameaças

24 FEV 2021 às 14h44
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados