Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Você já assistiu?

Oppenheimer: o filme que retrata a tragédia de uma mente brilhante

Carlos Eduardo Lourenço-Jorge - Especial para a Folha
29 jul 2023 às 16:00
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Christopher Nolan é daqueles raros realizadores que dificilmente deixam o público indiferente. Podemos citar a maioria de seus filmes (“Memento”, “Inception”, a trilogia Batman, “Dunquerque”, “Tenet”): todos provocam o espectador como poucos diretores conseguem. “Oppenheimer” não é exceção. 


Aqui, Nolan mergulha na cinebiografia, gênero que até então não tinha explorado, e o faz focando numa das figuras mais controversas do século XX, Julius Robert Oppenheimer, tristemente conhecido como “o pai da bomba atómica”.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Longo em seus robustos 180 minutos – mas jamais enfadonho ou perdulário –, magnificamente explicado através de um roteiro de caligrafia exemplar, rigoroso e meticuloso nos detalhes essenciais e na resenha histórica, sugestivo na interpretação dos fatos, lúcido e vibrante na captação de época e nos seus conflitos políticos, bélicos e ideológicos, “Oppenheimer” é drama denso e profundo sobre uma das mentes mais brilhantes e atormentadas da História, e cujo trabalho levou a uma das criações mais monstruosas, mais aberrantes que a humanidade já conheceu.

Leia mais:

Imagem de destaque
Nas amígdalas

Branco Mello, dos Titãs, passará por nova cirurgia para retirar tumor

Imagem de destaque
'Uma Estrela Misteriosa'

Nando Reis anuncia álbum triplo com 26 músicas inéditas e nova turnê

Imagem de destaque
Fotografias históricas

Kinoarte lança sessão especial de cinema 'Londrina Rumo aos 90 anos'

Imagem de destaque
Autor de O Auto da Compadecida

Dez anos sem Suassuna, o poeta que fez da cultura popular arte e luta


O filme é baseado no livro “Oppenheimer: O Triunfo e a Tragédia do Prometeu Americano” (edição brasileira recente da Intrínseca), biografia vencedora do Prêmio Pulitzer de 2005, escrita por Kai Bird e Martin J. Sherwin.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Oppenheimer: a tragédia de uma mente brilhante
Carlos Eduardo Lourenço Jorge faz a crîtica do filme Oppenheimer, lançamento mundial em cartaz em várias salas de Londrina
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade