13/04/21
PUBLICIDADE
Fique ligado

Festivais movimentam agenda cultural de Londrina

Como já é tradição e característica marcante da cidade, a programação cultural de 2020 vem repleta de atrações que contemplam diversas linguagens artísticas, oferecendo opções para diferentes públicos e idades. Dentre os eventos patrocinados pela Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, estão festivais anuais que receberão recursos pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). Cinema, música, dança e literatura são alguns dos segmentos que já têm investimento garantido pelo prefeito Marcelo Belinati para a realização de festivais ao longo de 2020. A estimativa total de público, com base nos projetos apresentados, é de aproximadamente 50 mil pessoas.

Emerson Dias
Emerson Dias


Seis festivais estão confirmados com incentivo do PROMIC. São eles, o 18º Festival de Dança de Londrina; a 10ª Mostra de Música de Câmara – "Do Barroco ao Contemporâneo; o Festival Barbada, novidade na seleção; o 22º Festival Kinoarte de Cinema; 10º ECOH – Encontro de Contadores de Histórias; e o Festival Literário de Londrina (Londrix 16 anos), que havia sido aprovado em edital no ano passado. A Prefeitura prevê investir um total de R$ 600 mil para patrocinar todos estes projetos.

Também há outros R$ 600 mil em recursos previstos para fomentar dois tradicionais festivais da cidade, que ainda não estão com os projetos definidos: o Festival Internacional de Música de Londrina (FIML) e o Festival Internacional de Londrina (FILO), que completou 50 anos em 2019, sendo um dos mais importantes festivais de teatro da América Latina. A agenda cultural dos festivais é composta por uma série de eventos como shows, exibição de filmes, exposições literárias, contação de histórias, teatro, cursos, oficinas formativas, debates, entre outros, envolvendo as casas tradicionais da cidade e espaços públicos.

O secretário municipal de Cultura, Caio Cesaro, salientou que o PROMIC é um instrumento importante que garante a realização de projetos nas mais diversas áreas culturais, incluindo ações formativas, de produção, circulação e pesquisa, por meio de vilas culturais, projetos e eventos envolvendo dezenas de linguagens artísticas e também os festivais. "Londrina tem sua história marcada pela tradição na cultura, que reverbera para além das divisas e se espalha pelo Brasil e pelo mundo. Nesse contexto, os festivais contribuem para valorizar a produção regional e o fortalecimento da economia local ao gerar emprego e renda. Trazem visitantes para conhecer a cidade e viabilizam o intercâmbio entre artistas da região e de várias partes, bem como envolvem o público como um todo”, destacou.

De acordo com Cesaro, o incentivo aos festivais reforça as vertentes simbólica, econômica e social que sustentam a cultura de uma cidade. "O Município, passando pelo próprio PROMIC, preza por democratizar o acesso à cultura e apoiar eventos e iniciativas de qualidade que são levados à população, sempre com a preocupação de abarcar a diversidade que cidade possui. Independente dos recursos investidos, a intenção é levar o nome de Londrina a outras praças e explorar as potencialidades culturais da cidade, reforçando a visibilidade dos projetos. Muita gente que vem para cá em compromissos e eventos de trabalho, ao saber que existe uma agenda cultural acontecendo aproveitam para desfrutar dessas opções de lazer e entretenimento”, disse.

Atualmente, o secretário de Cultura de Londrina também é coordenador do Comitê Municipal de Economia Criativa. Entre as pautas a serem trabalhadas pelo grupo, os festivais culturais devem ser defendidos como pontos estratégicos para fortalecer e impulsionar a movimentação econômica na região.

O primeiro festival de 2020 será o Londrix 16 anos, com programação de 4 a 9 de maio. A programação terá debates e palestras, atividades infantis, oficina, projetos e lançamento de livros. O festival literário tem como objetivo proporcionar oportunidades de intercâmbio e experiências criativas, além de promover e incentivar a leitura com ações voltadas a melhoria de acesso ao livro para o público.

Carnaval – Antes dos festivais, também serão realizados os eventos de Carnaval patrocinados pelo PROMIC, que em 2020 disponibilizará cerca de R$ 260 mil para realizar dois projetos. Uma das iniciativas aprovadas é o Bloco Bafo Quente, que fará o Carnaval de Rua, em fevereiro, com as convidadas Orquestra Ouro Verde e Bloco Pé Vermelho. Haverá trio elétrico, bloquinho para crianças e apresentações em praça pública e no Zerão.

A diretora do Incentivo à Cultura, Sônia Regina Aparecido, disse que, no ano passado, cerca de 25 mil pessoas participaram dos eventos de Carnaval patrocinados pelo PROMIC. "A população vem manifestando interesse nas ações de Carnaval e o público que compareceu ano passado foi amplo, apontando um reflexo disso. A previsão era receber cerca de 5 a 6 mil pessoas, e portanto a expectativa foi superada. Além dos projetos incentivados pela Prefeitura, há iniciativas de Carnaval feitas por vários outros grupos da cidade”, ressaltou.
N.Com
Continue lendo
Padma Patil

Atriz de Harry Porter anuncia que está grávida e recebe cumprimentos de colegas

12 ABR 2021 às 18h00
Saiba mais

Família vê timidez de Thaís como estratégia de jogo

12 ABR 2021 às 17h35
Reunião de condomínio

Tiago Leifert menciona formação de novos pódios para o Jogo da Discórdia do BBB 21

12 ABR 2021 às 17h05
Sucesso de 2004

Globoplay estreia 'Cabocla': relembre quem é quem na novela

12 ABR 2021 às 16h00
Já pensou?

Tênis de Kanye West vai a leilão e pode chegar a R$ 5,6 milhões, diz Sotheby's

12 ABR 2021 às 15h42
Já assistiu?

Susan Sarandon e Kate Winslet brilham em drama sobre eutanásia

12 ABR 2021 às 15h10
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados