27/09/20
°/°
Melhor que o jogo!

Maroon 5 levanta público em Atlanta no show do intervalo do Super Bowl

Sean Ryan/NFL/Fotos Públicas
Sean Ryan/NFL/Fotos Públicas

Tão importante quanto a disputa entre os finalistas, o grande show do intervalo do Super Bowl, a decisão da liga de futebol americano, trouxe a banda norte-americana Maroon 5 como atração principal neste domingo, em Atlanta, nos Estados Unidos. Além do grupo, os rappers Travis Scott e Big Boi também se apresentaram.

Um grande "M" de Maroon 5 foi montado no gramado no campo em apenas seis minutos. O grupo entrou no palco cantando "Harder to Breath", um dos primeiros hits da banda. Em seguida, a música "This Love", outro grande sucesso, levantou o público. O grupo também executou "Girls like you"!, o clássico "She will be loved"! e "Sugar". O rapper Travis Scott iniciou sua apresentação com o seu grande hit, "Sicko Mode". No final de sua apresentação, o vocalista Adam Levine tirou a camisa e levou o público ao delírio.


A edição anterior do Super Bowl teve audiência de 103 milhões de telespectadores nos Estados Unidos e registrou mais de 170 milhões de interações nas redes. A exposição faz a final do futebol americano se tornar um dos eventos mais importantes do mundo. Michael Jackson, Rolling Stones, Paul McCartney, Madonna, U2 e The Who são alguns dos nomes que também já se apresentaram em uma decisão.

O grupo liderado por Adam Levine foi anunciado no mês de janeiro, após a recusa da cantora Rihanna. No fim do ano passado, a estrela rejeitou a oferta em apoio ao atleta Colin Kaepernick. Em 2016, o ex-quarterback do San Francisco 49ers foi o pivô de uma polêmica racial nos EUA. Antes de um jogo da pré-temporada, ele se ajoelhou durante o Hino Nacional como forma de protesto contra a violência policial com negros. O gesto foi repetido por outros esportistas e abriu debate na sociedade.

O ato, porém, acabou sendo reprovado pelo presidente Donald Trump, que pediu aos donos das franquias que demitissem todos os atletas da NFL que apoiassem o movimento. Desde então, Kaepernick não conseguiu emprego na modalidade. A NFL reprovou a atitude do jogador, e Rihanna disse que não concorda com a posição da liga.


Agência Estado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Viva!
Gal Costa chega aos 75 dizendo ter a alma jovem e faz uma live para celebrar
26 SET 2020 às 17h44
Saiba mais
'O novo é sempre um desafio', diz Tarcísio Meira sobre saída da Globo
26 SET 2020 às 16h02
Games
Worlds 2020: INTZ perde pela 3ª vez no mundial de LoL e depende de combinação de resultados
26 SET 2020 às 15h24
Ex-The Voice
Melanie Martinez lança o EP ‘After School’
25 SET 2020 às 23h59
Dupla
Música Sertaneja: Mayck & Lyan lançam "Truque da Moeda”
25 SET 2020 às 18h03
'Ex Bebê'
Thaeme e Thiago lançam faixa em parceria com a dupla Henrique e Diego
25 SET 2020 às 17h50
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados