Pesquisar

Canais

Serviços

Brasileirão

Muricy deve escalar dupla argentina contra o Vasco

Agência Estado
11 out 2012 às 19:19
Publicidade
Publicidade

A vitória contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, a primeira como visitante sem Neymar no atual Campeonato Brasileiro, tirou a pressão do Santos para enfrentar na sequência Vasco e Atlético Mineiro, ambos na Vila Belmiro. Mesmo assim, Muricy Ramalho tem motivos para preocupação. Além da ausência de Neymar, que só retornará contra a Ponte Preta, no dia 24, em Campinas, o treinador não vai contar com o centroavante André (cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo) e Bernardo (impedido de jogar porque pertence ao Vasco).

É provável que Muricy Ramalho escale a dupla de ataque com os argentinos Pato Rodríguez e Miralles e mantenha o meio de campo com a formação que terminou a partida diante do Botafogo, com três volantes de marcação - Adriano, Henrique e Arouca - e apenas Felipe Anderson na armação. A outra opção é dar oportunidade desde o início para Bill, que não tem entrado bem no time no segundo tempo dos jogos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Se para o ataque faltam jogadores, para a defesa já começa a sobrar. Léo e Bruno Peres estão recuperados de lesões e só não voltam ao time se Muricy Ramalho preferir manter os improvisados Ewerton Páscoa e Gerson Magrão para ganhar em altura no sistema defensivo. O lateral-esquerdo participou dos últimos treinos com bola e foi cortado da delegação que viajou para o Rio de Janeiro porque o treinador preferiu que ele ficasse mais dois dias fazendo trabalho de reforço muscular.

Leia mais:

Imagem de destaque
Estudo extra

Dorival usou vídeos do Flamengo, SPFC e Tite como lição de casa a jogadores

Imagem de destaque
Trâmite

Flamengo: acórdão da decisão é publicado e defesa de Gabigol espera recurso

Imagem de destaque
Audiência semanal

Daniel Alves se apresenta pela 1ª vez à Justiça após liberdade provisória

Imagem de destaque
Vitória por 3 gols

Corinthians não encanta, mas volta de amistoso com seis pontos positivos


Com a vitória no Engenhão, o Santos passou a somar 38 pontos e pulou para o 10.º lugar na tabela de classificação, ficando a duas vitórias para se livrar por completo do remotíssimo risco de rebaixamento. "A gente vinha de uma sequência sem ganhar e um resultado como esse, diante de um adversário difícil e fora de casa, faz com que o time retome a confiança e mostre que tem qualidade, mesmo com desfalques importantes.


E abrimos 11 pontos do Sport, praticamente afastando qualquer possibilidade de queda para a Série B", comemorou Adriano, após o treino regenerativo desta quinta-feira, no CT Rei Pelé.

Embora o time não tenha mais possibilidade de se classificar para a Copa Libertadores do próximo ano, Muricy Ramalho avisou que vai exigir seriedade e empenho de todos até a última rodada do Brasileirão. "Quem quer ficar (para 2013) tem que correr muito". Dos 36 jogadores do elenco atual, mais de 15 não vão ficar para a próxima temporada, abrindo espaço para os três ou quatro reforços de peso e outras contratações que a diretoria promete para formar um supertime.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade