Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Neste sábado

Bolt diz que competirá na França em busca de confiança

Agência Estado
05 jul 2013 às 11:42
Publicidade
Publicidade

O jamaicano Usain Bolt vai participar neste sábado da etapa de Paris da Diamond League, mas a sua atenção está voltada mesmo para o Mundial de Atletismo, marcado para agosto em Moscou. Nesta sexta-feira, na véspera da de enfrentar os compatriotas Warren Weir, Nickel Ashmeade e Jason Young e o francês Christophe Lemaître na prova dos 200 metros, ele revelou que compete neste momento em busca de bons resultados que lhe deem mais confiança.

"Eu só estou tentando ter certeza e conseguir alguns resultados antes do campeonato e pegar a rotina certa para quando chegar o campeonato, porque é isso que realmente importa", disse Bolt, recordista mundial e bicampeão olímpico e mundial da prova dos 200 metros.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O astro tem o segundo melhor tempo dos 200 metros nesta temporada, com 19s79, atrás do norte-americano Tyson Gay, com 19s74. Bolt foi derrotado neste ano por Justin Gatlin, também dos Estados Unidos, na prova dos 100 metros da etapa de Roma da Diamond League, em 6 de junho, e rejeitou nesta sexta a aura de imbatível.

Leia mais:

Imagem de destaque
Veja vídeos:

Bernardinho divulga convocados para as Olimpíadas de Paris

Imagem de destaque
Pré-olimpíco

Seleção masculina de basquete volta às Olimpíadas após ficar fora em Tóquio

Imagem de destaque
Veja vídeos de celebs:

Vôlei: Zé Roberto convoca seleção para as Olimpíadas de Paris 2024

Imagem de destaque
Atletas trocam farpas

Márcia Fu e Key Alves: o que define um atleta de alto rendimento?


"Eu nunca disse que sou invencível. Quando estou em grande forma e estou no meu topo, tenho muita confiança de que ninguém pode me bater porque sei do que sou capaz", disse. "Mas você pode ser derrotado. Há momentos em que você tem lesões, há momentos em que você está fora do seu nível. Há tantas situações diferentes que podem acontecer", completou.


Com alguns adversários de alto nível, a expectativa é para que Bolt quebre o recorde do Meeting de Paris, que posteriormente se tornou uma etapa da Diamond League, nos 200 metros, que pertence ao norte-americano Michael Johnson, com 20s01, obtido em 1990.

"Eu estou realmente tentando atingir o alvo, tentando chegar até a velocidade", disse Bolt. "Estou me sentindo muito bem no treinamento, estou correndo muito bem. Eu tenho mais algumas semanas pela frente".


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade