Pesquisar

Canais

Serviços

Cinco jogos

Marcelinho recebe pena branda por confusão em Joinville

Agência Estado
23 out 2009 às 15:22
Publicidade
Publicidade

O ala Marcelinho Machado, do Flamengo e da seleção brasileira de basquete, foi suspenso nesta sexta-feira pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por cinco jogos, por causa de incidentes em uma partida contra o Joinville, no dia 4 de outubro, válida pelo Torneio Ciser, uma competição amistosa.

Marcelinho cometeu uma falta antidesportiva no pivô Shilton, do Joinville, ainda no primeiro tempo, e os dois foram expulsos. Após um princípio de tumulto, os dois jogadores foram expulsos, mas Marcelinho se recusou a deixar a quadra, xingando o árbitro e o fiscal do jogo.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Por causa disso, ele respondeu às denúncias por ato desleal ou inconveniente, por ato de hostilidade, atitude antidesportiva e tentativa de agressão. Se fosse punido com pena máxima em todos os artigos, o atleta poderia ficar suspenso por 270 dias e 19 partidas, e não jogaria a segunda edição do Novo Basquete Brasil (NBB).

Leia mais:

Imagem de destaque
Visibilidade ao esporte

Go Skate Day: evento celebra a cultura do skate em Londrina

Imagem de destaque
Em definitivo

Arthur Zanetti tem nova lesão, faz mistério, mas dá adeus à Olimpíada

Imagem de destaque
Crise de úlcera

A dois meses de 'superluta', Mike Tyson passa mal em voo para Los Angeles

Imagem de destaque
Luca Kumahara

Globo terá atleta trans entre comentaristas da Olimpíada de Paris


Após ouvir as defesas dos acusados, o STJD decidiu suspender Marcelinho por cinco partidas. Shilton pegou um jogo de suspensão e o Flamengo ainda foi multado em R$ 10 mil pelos incidentes.

No entanto, a pena poderá ser cumprida em qualquer amistoso organizado pela Confederação Brasileira de Basquete (CBB). Com isso, tanto Marcelinho quanto Shilton devem estar liberados para entrarem em quadra já na primeira rodada do NBB, que começa no dia 1.º de novembro.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade