Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Derrotado

Melo cai e Brasil fica fora das duplas em Roland Garros

Agência Estado
04 jun 2012 às 09:27
Publicidade
Publicidade

Único brasileiro a garantir vaga nas quartas de final desta edição do torneio de duplas de Roland Garros, Marcelo Melo deu adeus à competição nesta segunda-feira. Jogando ao lado do croata Ivan Dodig, ele foi derrotado pelos italianos Daniele Bracciali e Potito Starace por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4.

Com o triunfo, os tenistas da Itália avançaram à semifinal e irão enfrentar agora os vencedores do confronto entre a dupla formada pelo bielo-russo Max Mirnyi e o canadense Daniel Nestor, cabeças de chave número 1, e a parceria composta pelo australiano Matthew Ebden e o norte-americano Ryan Harrison. Esse duelo também está programado para esta segunda.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Antes de Melo ser eliminado, outros dois brasileiros deram adeus ao torneio de duplas de Roland Garros. O último deles foi Bruno Soares. Atuando ao lado do norte-americano Eric Butorac, ele perdeu para Ebden e Harrison, que venceram de virada com parciais de 2/6, 6/4 e 6/4, no último domingo.

Leia mais:

Imagem de destaque
Contagem regressiva

Quando é a abertura das Olimpíadas de Paris 2024? Veja dia e horário

Imagem de destaque
Ingressos já estão à venda

Time londrinense de Futebol Americano faz sua primeira decisão inédita no Estádio do Café

Imagem de destaque
YouTube

CazéTV irá transmitir jogo da NFL no Brasil e outros duelos internacionais na temporada 2024

Imagem de destaque
Trajetos de 30 km e 60 km

Alvorada do Sul promove Festival de Alvo Bike nos dias 3 e 4 de agosto


Já André Sá, que fez parceria com o eslovaco Michal Mertinak, caiu logo na estreia do Grand Slam ao ser derrotado por duplo 6/3 pelo australiano Mark Knowles e pelo belga Xavier Malisse.

No duelo desta segunda-feira, Melo e Dodig tiveram apenas uma chance de quebrar o saque de Bracciali e Starace no primeiro set, mas não a aproveitaram, enquanto os italianos converteram dois de sete break points para fazer 6/2. Já na segunda parcial, o brasileiro e o croata obtiveram duas oportunidades de quebra, mas também não foram felizes em nenhuma delas. E, pelo outro lado, os italianos converteram uma das quatro chances de vencer no serviço dos adversários para conquistarem a vantagem mínima de 6/4 que definiu o triunfo por 2 sets a 0.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade