Pesquisar

Canais

Serviços

Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Ricos em cálcio

Saiba como evitar a deficiência de cálcio sem precisar consumir leite animal

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
09 out 2021 às 07:00
Continua depois da publicidade

O cálcio é um nutriente fundamental para o funcionamento do corpo, além de ser o mineral presente em maior quantidade no organismo. Ele também possui as mais variadas funções, principalmente na formação de ossos, dentes e unhas, além de auxiliar no funcionamento do intestino, coração e sistema nervoso ao proteger contra a depressão. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Algumas pessoas acreditam que só se consegue obter boas quantidades de cálcio através do leite animal e seus derivados, mas há uma infinidade de leites fortificados e alimentos que podem suprir a necessidade.

Continua depois da publicidade


Outra forma de repor cálcio no organismo é também consumir alimentos como gergelim, brócolis cru, tofu, amêndoas, açaí, couve refogada, espinafre, feijão, verduras escuras, ameixa seca e agrião.


Os sinais de que os níveis de cálcio estão baixos no organismo são: câimbras, formigamento, falta de memória, depressão, irritabilidade, falta de controle da pressão arterial, palpitações, osteoporose, quebra espontânea dos dentes e cáries. 

Continua depois da publicidade


No que diz respeito à saúde óssea, devemos considerar a vitamina D e a atividade física como primordiais para a absorção do nutriente, já que é a luz solar é a responsável por ajudar o organismo a metabolizar o cálcio e fixá-lo nos ossos.


Fontes de cálcio


A nutricionista Alessandra Luglio, adepta a dieta à base de plantas, comenta em quais bebidas podemos encontrar esse importante nutriente.


“É um erro comum acreditar que só se consegue obter boas quantidades de cálcio através do leite animal e seus derivados. Existe uma infinidade de leites vegetais fortificados e com nutrientes equivalentes ao leite de vaca. Para essas pessoas que não fazem questão de incluir o leite de origem animal na dieta, vale investir em bebidas vegetais”, explica a nutricionista.

Continue lendo