Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Assertividade Como Filosofia de Vida

Melissa Antonychyn
28 mar 2012 às 11:55
Continua depois da publicidade

Em quantas reuniões gostaríamos de expressar verdadeiramente nossa opinião sobre algo, mas preferimos ficar quietos? Não se posicionar em debates. Aceitar situações e propostas quando a vontade é negá-las. Sentir-se desconfortável em falar para alguém que não gostou de determinada postura ou comentário. São essas e muitas outras situações que demonstram o quanto precisamos desenvolver um comportamento assertivo, de modo a dizer o que se quer sem ofender ninguém, mas também sem se sentir constrangido ou culpado. Ou seja, ser transparente quanto aos nossos objetivos e desejos, saber falar sobre isso com naturalidade e também saber dizer e ouvir respostas negativas frente a algumas circunstâncias da vida.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Assertividade é uma qualidade indispensável aos bons profissionais atuais e reúne inúmeras competências emocionais. Muitas pessoas confundem pessoas assertivas com pessoas agressivas. Porém, as primeiras nada mais são do que pessoas francas, que sabem se posicionar e exprimir suas opiniões sem ofender aos demais. Pessoas assertivas evitam situações desagradáveis, e têm um autocontrole sobre seus comportamentos.

Continua depois da publicidade


Segundo Vera Martins, autora do livro "Seja Assertivo", assertividade é filosofia de vida, mais do que um comportamento, pois engloba valores, atitudes, pensamentos e sentimentos frente à vida. Uma filosofia de relacionamento humano com soluções do tipo ganha-ganha. A autora também destaca que muitos confundem o conceito de assertividade e dizem que não querem ser assertivos para não magoar as pessoas; no entanto, ela é o "ingrediente" dos relacionamentos saudáveis, ser assertivo é dizer "sim" e "não" quando for preciso. Assim como dizemos sim, às vezes queremos ou precisamos dizer não, no sentido de dar limites e respeitar a nossa própria vontade. "Se digo não com freqüência, agrido o outro, mas, se digo sim intensamente para o outro, agrido a mim mesmo", completa a autora.


As bases que fundamentam esta nova filosofia de vida estão alicerçadas na coragem e determinação, que fazem com que nos soltemos das amarras do medo. A autora pede também empatia para que possamos nos colocar no lugar do outro, sentir como ele se sente. A auto-estima também é essencial, pois as aptidões para o sucesso em nossos relacionamentos, depende muito mais das relações que temos com nós mesmos, do que nossos talentos e capacidades. Autocontrole e tolerância à frustração são outras bases que farão com que nas mais variadas situações possamos usar a assertividade como grande aliada.


Mas o melhor são as vantagens e os benefícios que podemos usufruir com a adoção dessa filosofia. Agindo com menos ansiedade, é possível raciocinar melhor e com mais calma nas tomadas de decisões ou posicionamentos que nos são exigidos diariamente. Ao dizermos "não" para aquilo que não queremos, conquistamos melhor qualidade de vida ao ampliarmos nosso tempo livre. Ganhamos também mais liberdade ao decidirmos o que realmente queremos fazer e onde queremos chegar, além de obtermos uma melhora na auto-estima. Pense nisto e usufrua desta nova filosofia!


Veja outros artigos sobre o assunto:

Caput Consultoria e Treinamento
(43) 3029-5000 - Londrina/PR
www.caputconsultoria.com.br


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade