Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
5 de abril

Dia do filho: saiba por que os pets estão sendo considerados membros da família

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
05 abr 2024 às 09:25
- Leeloo The First/Pexels
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Dia do Filho, celebrado nesta sexta-feira, 5 de abril, vem ganhando uma nova dimensão com a crescente tendência de considerar os pets como membros efetivos da família. Mas por que ocorre esta mudança de perspectiva?


Antes vistos somente como companhia, os pets passaram a ocupar um lugar especial nos lares contemporâneos. O afeto e o vínculo emocional estabelecido entre humanos e animais têm se intensificado, o que leva muitas pessoas a tratarem seus pets não mais como simples bichos, mas como filhos de quatro patas.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Segundo Dorie Zattoni, médica veterinária e supervisora técnica-comercial da Brazilian Pet Food, diversos fatores contribuem para essa modificação de paradigma. Em primeiro lugar, a diminuição do tamanho médio das famílias, que tem levado as pessoas a estabelecerem laços mais estreitos com os pets, que muitas vezes preenchem o papel de companheiros constantes e confidentes.

Leia mais:

Imagem de destaque
Santuário dos Elefantes

Elefanta de 52 anos morre por eutanásia após não querer mais se levantar

Imagem de destaque
Após resgate

Símbolo da tragédia no Rio Grande do Sul, cavalo Caramelo supera desidratação, mas segue abaixo do peso

Imagem de destaque
Resgates

Mais de 11 mil animais afetados pelas enchentes no RS foram resgatados

Imagem de destaque
Quase 2 meses depois

CMTU procura organização para prestar serviços de bem-estar animal em Londrina


Além disso, a compreensão crescente a respeito do bem-estar animal tem levado os tutores a adotarem práticas mais humanizadas em relação aos cuidados com os pets. Isso inclui alimentação adequada, atividades recreativas, cuidados veterinários regulares e até mesmo a inclusão deles em planos de saúde específicos.

Publicidade


“A tecnologia também desempenha um papel fundamental nessa mudança de mentalidade. Com o advento das redes sociais e a popularização de aplicativos voltados para pets, como serviços de delivery de alimentos, hospedagem e cuidados especializados, os tutores têm mais recursos e informações para proporcionar uma vida plena e feliz a seus animais de estimação”, explica.


Porém, essa mudança na relação entre humanos e pets levanta questões importantes, como a responsabilidade dos tutores em garantir o bem-estar físico e emocional dos animais, a necessidade de políticas públicas voltadas para a proteção animal e o debate sobre os limites dessa equiparação entre pets e filhos.


“O Dia do Filho, portanto, não se limita mais aos laços de sangue, mas abrange uma gama diversificada de relações familiares, incluindo aquelas construídas com amor, cuidado e respeito mútuo entre humanos e seus pets. Neste contexto, é fundamental refletir sobre o significado dessa nova dinâmica familiar e os desafios e responsabilidades que ela traz consigo”, finaliza a médica veterinária.


Imagem
Páscoa aumenta número de casos de intoxicação alimentar em cães
O período da páscoa é marcado pela presença de chocolates, seja em formatos de ovos ou em barra. Para os donos de animais de estimação, o cuidado deve ser redobrado, já que os cachorros correm o risco de sofrer intoxicação alimentar ao ingerir chocolate.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade