23/06/21
Fique atenta!

Verão aumenta o número de doenças de pele nas crianças

Com o calor e consequente aumento na produção de suor, os casos de doenças de pele são mais frequentes, principalmente no público infantil. Dois fatores contribuem para esse cenário: a temperatura elevada e o excesso de umidade. As crianças transpiram mais, o que favorece o desenvolvimento de fungos e bactérias, por exemplo, facilitando o surgimento de dermatoses.

Reprodução
Reprodução


Em geral, a melhor forma de evitá-las é o uso de roupas leves e frescas, especialmente as peças feitas de algodão. O uso de protetores solar e a manutenção de uma boa higiene também são fundamentais.

Brotoeja

Os bebês são os que mais sofrem com as brotoejas, também conhecidas como miliária. A dra. Silvia Assumpção Soutto Mayor, presidente do Departamento de Dermatologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP), explica que isso acontece porque a glândula que produz suor e o expele, chamada de sudorípara, ainda não está completamente formada, dificultando sua eliminação de forma adequada.

"Em áreas de grande transpiração, como pescoço, barriga, braços e costas, podem ocorrer irritação e formação de micro bolinhas vermelhas; algumas delas podem ser semelhantes às bolinhas de água", informa.

Reprodução
Reprodução


Para prevenir o quadro, são recomendados mais banhos diários, porém sem sabão, apenas água. Ou até mesmo acrescentar amido de milho, fazendo um mingau, despejado posteriormente na banheira. Ao ficar imersa nessa porção, a pele absorverá o suor, diminuindo o excesso consideravelmente.

O tratamento depende da apresentação clinica, sendo rara a utilização de medicamentos orais, pomadas e cremes.

Herpes Labial

Causado pelo vírus Herpes Simplex, a exposição solar é um dos principais desencadeadores para seu desenvolvimento. De acordo com Mayor, pode aparecer em qualquer idade, mais comum na pré-adolescência e adolescência.

Em geral, o primeiro contato com o microorganismo é por meio de uma lesão dos pais ou de pessoas próximas. Pode se manifestar em uma primeira infecção mais agressiva, atingindo toda a mucosa oral, ainda na infância.

"A prevenção é evitar a exposição solar excessiva e usar protetor solar labial, além de bonés e chapéus", orienta a dermatologista. Uma vez instalado o quadro de herpes, com bolinhas de água em cima de uma base vermelha, o médico indica o tratamento com antiviral, que impede a multiplicação do vírus, mediante avaliação clínica de cada caso.

Bicho Geográfico

Geralmente acomete as plantas dos pés e é causado pela Larva Migrans, presente nas fezes de animais. Ao entrar na pele e caminhar, forma um trajeto avermelhado, ocasionando coceira significativa.

Reprodução
Reprodução


Pode surgir em qualquer idade, entretanto, os mais novos são os que mais sofrem. "Em geral, como a pele do bebê, da criança em fase pré-escolar e na primeira infância é mais fina, a penetração do parasita é mais rápida e os sintomas são mais abundantes", esclarece a Dra. Silvia.

A principal prevenção é evitar contato com o solo contaminado, usando sempre calçados ao visitar áreas de acesso aos animais, como praias, praças e jardins. Pés, coxas, pernas e glúteos são regiões mais propensas à infecção. O tratamento é feito com vermífugos de via oral, prescritos pelo médico de acordo com o quadro apresentado.
Redação Bonde / Assessoria de Imprensa
Continue lendo
Saiba mais

Entenda a polêmica do 'apagão' da vacina contra a Covid em SP

23 JUN 2021 às 11h02
Três grupos

Público geral com 50 anos ou mais vacina-se contra Covid nesta quarta-feira, em Rolândia

23 JUN 2021 às 10h40
Entenda

Procuradoria vê indícios de crime e risco temerário em compra da Covaxin pela gestão Bolsonaro

23 JUN 2021 às 09h51
Ginásio esportivo

Cambé ganha novo ponto de vacinação anti Covid para pedestres

23 JUN 2021 às 09h30
Pandemia

Brasil registra 2.080 mortes por Covid em 24 h e ultrapassa 18 milhões de pessoas infectadas

23 JUN 2021 às 08h53
Vacinação Covid

Seis capitais suspendem vacinação contra Covid por falta de imunizantes

23 JUN 2021 às 08h35
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados