Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Tabu

Conheça três mitos sobre o DIU

Redação Bonde
18 out 2016 às 17:52
- Divulgação/Secretaria de Saúde
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Entre tantas opções de anticoncepcionais, o Dispositivo Intrauterinos (DIU), sempre causou muita polêmica. Ele é um método de longa duração podendo ser usado por até dez anos. Com um formato que lembra a letra "T", o DIU pode ser de cobre: sem hormônio e com progesterona.

Conheça alguns mitos sobre método:

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


1. Mulheres que ainda não tiveram filhos, não podem usar o DIU

Leia mais:

Imagem de destaque
Solução alternativa

Cinco chás que ajudam a regular desordens menstruais

Imagem de destaque
Não é mito

Episódio de raiva aumenta o risco de ataque cardíaco 40 minutos após o evento, mostra estudo

Imagem de destaque
Descoberta inovadora

Novo componente genético ligado ao Alzheimer é descoberto em estudo

Imagem de destaque
Ansiedade e estresse

Consumir conteúdos com velocidade aumentada pode impactar na saúde mental; entenda


Segundo o ginecologista, Agnaldo Lopes Silva Filho, da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), "O DIU não está associado à infertilidade, nem atrapalha uma futura gravidez", afirmou o médico.

Publicidade


2. O DIU acaba com todos os riscos de gravidez


Atualmente, esse método é um dos mais eficazes, porém não elimina totalmente a chance de uma gravidez. A versão de cobre do dispositivo apresenta uma chance de uma gravidez inesperada de 0,8. Já a versão com hormônios, diminui essa taxa para 0,2%.

Publicidade


3. Mulheres adeptas ao DIU correm mais risco de contrair infecções


Pesquisas apontam que 7 em cada 100 mulheres podem apresentar problemas como rejeição do DIU, levando em consideração que o dispositivo é um corpo estranho inserido no útero.

(Com informações do M de Mulher)


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade