Pesquisar

Canais

Serviços

Confira o resultado

O que a ciência diz sobre quem tira fotos do que come?

- Divulgação
Redação Bonde
11 mar 2016 às 14:50
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Quem nunca tirou uma foto da comida que atire a primeira colher. Pois bem, a moda de compartilhar com os amigos o prato do dia é tão comum e está tão presente no dia a dia que a ciência tomou partido e foi a fundo da questão.

Continua depois da publicidade

Há uma razão bem simples para a comida ser o centro das atenções nas redes sociais (e levar à vontade de fotografar pratos das mais variadas formas): o ato de gravar o momento da comida pode fazer com que o seu sabor seja mais agradável… pelo menos psicologicamente.


Depois de realizar três testes com 120 participantes cada, uma investigação conjunta entre as universidades Saint Joseph e San Diego (nos Estados Unidos) concluiu que as pessoas que tiram fotografias a um alimento ficam com a percepção de que é mais saboroso do que aqueles que não fotografam.


Tanto no primeiro teste como no segundo, esta ideia de sabor apenas foi notada em bolos, não em alimentos saudáveis, lê-se na publicação feita no Journal of Consumer Marketing. Contudo, no terceiro teste realizado, os investigadores notaram que as pessoas que fotografam apenas alimentos saudáveis acabam por considerá-los mais saborosos também, e tudo por culpa da quantidade de imagens de comida saudável publicadas nas redes sociais.


Para os investigadores, as redes sociais podem ser, de facto, uma forma de impulsionar a alimentação saudável, uma vez que a tendência de imitação é forte e os enquadramentos dados às imagens (assim como a luz usada na hora de fotografar) fazem com que os alimentos saudáveis sejam apetecíveis, como acontece com as smoothie bowls, por exemplo.

Continua depois da publicidade


Divulgação
Divulgação


Mas seja um alimento saudável ou o mais calórico possível, a vontade de fotografar a comida e a reação que se tem a este tipo de imagens são provocados pelo mesmo: ângulos da câmara, iluminação, composição, utilização de utensílios de cozinha… e tempo demorado a fotografar. Mais concretamente, o ato de fotografar aquilo que se come aumenta a espectativa e vontade de comer, o que faz com que a refeição em si seja mais prazerosa, especialmente quando é acompanhada por uma série de gostos nas redes sociais.


A foodphotography – fotografia de comida – é uma tendência que veio para ficar. Se quer aderir à moda, veja aqui algumas dicas para conseguir as melhores imagens de alimentos. E se quer mesmo começar a gostar de comida saudável, vá para a cozinha.

(com informações do site Notícias ao Minuto)


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade