Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Veja dicas de cardiologista

Taquicardia revelada por Sandra Annenberg é comum, mas exige cuidado

Redação Bonde com assessoria de imprensa
03 out 2023 às 18:39
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Viver sob estresse prejudica a qualidade de vida e pode levar a eventos cerebrais e cardíacos. Confira as dicas de um médico cardiologista


A jornalista Sandra Annenberg revelou na última semana que sofria de um distúrbio cardíaco conhecido como taquicardia, decorrente do estresse relacionado ao seu trabalho como apresentadora do “Jornal Hoje”, na rede Globo. Segundo a apresentadora, o problema persistiu e se manteve mesmo após sua saída do cargo que ocupou por duas décadas.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


“Eu tive Síndrome de Abstinência de Adrenalina, porque durante vinte anos eu produzi uma adrenalina no mesmo horário e, quando me afastei do JH, meu corpo continuou produzindo essa adrenalina durante dois anos. Da mesma forma que você leva tempo se preparando para fazer alguma coisa, você leva tempo deixando de fazer aquela coisa”, revelou a apresentadora no podcast “Sem Nome Pode”, apresentado pela atriz e cantora Klara Castanho.

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiba como tratar

Incontinência urinária é mais comum em mulheres

Imagem de destaque
ORIENTAÇÕES DE CARDIOLOGISTA

Cardiopatia em crianças e adolescentes? Médica alerta para os sinais

Imagem de destaque
Noroeste do PR

Mandaguari inicia distribuição de medicamentos à base de canabidiol

Imagem de destaque
Veja os cuidados necessários

Onda de calor: atenção com a saúde das crianças deve ser redobrada


O motivo central desse quadro preocupante? O estresse constante que Sandra enfrentou em sua rotina de trabalho. "Ver a vinheta no ar e saber que você vai entrar no segundo seguinte para dar, geralmente, uma péssima notícia é realmente muito difícil, muito estressante", relatou a apresentadora, que traz no currículo coberturas que impactaram o Brasil e o mundo, como o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, em 2013, e os ataques às torres gêmeas, em Nova York, no fatídico 11 de setembro.

Publicidade


“Quando eu saí do Jornal Hoje, durante quase dois anos tive taquicardia por volta da uma da tarde, o horário em que eu costumava gravar a escalada do programa. Demorei para descobrir a causa e fui parar em psiquiatra. Hoje posso dizer que não tenho mais essa adrenalina toda nas veias, para o bem e para o mal”, contou Sandra no podcast. Como a apresentadora, milhares de pessoas ao redor do mundo atingem altos níveis de estresse por sua posição profissional, o que pode afetar diversos órgãos do corpo, mas principalmente o coração.


Médico da área de Cardiologia do AmorSaúde Marcelo Nascimento Gomes Pinho, explica que, em situações de estresse, o coração é o mais afetado porque o corpo produz uma quantidade elevada de hormônios, incluindo catecolaminas e cortisol. “Há também o aumento da vasoconstrição do corpo, podendo levar a eventos cerebrais e cardíacos. Esses hormônios elevam a pressão arterial e as chances de trombose”, explica o médico da maior rede de clínicas populares do Brasil.

Publicidade


Estresse no trabalho afeta negativamente a saúde cardíaca


Infarto e outras doenças cardíacas também podem ser desencadeadas pelo estresse, sobretudo quando associado a um estilo de vida pouco saudável. “Além de fatores hereditários, o risco aumenta se o estresse estiver ligado a maus hábitos, como fumar, ser sedentário e ter uma má alimentação”, enfatiza o médico.

Publicidade


Em um cenário onde as demandas de trabalho estão cada vez mais altas e quase não sobra tempo para cuidar de si mesmo, o Dr. Marcelo destaca a importância do autocuidado e do descanso. “Tirar pausas, ter um hobby, não pular férias e não levar o trabalho para casa, nem fisicamente nem mentalmente”. Essas medidas podem fazer a diferença significativa na saúde do coração e no bem-estar geral.


Dicas para cuidar do coração sem estresse

Publicidade


Marcelo Pinho lista cinco dicas essenciais para cuidar do seu coração em meio à pressão do mercado de trabalho:


- Tenha uma alimentação balanceada. Priorize uma dieta rica em nutrientes, com baixo teor de gordura saturada e sal. Isso ajuda a manter a saúde cardiovascular.

Publicidade


- Não fume. O tabagismo é um dos principais fatores de risco para doenças cardíacas. Parar de fumar é uma das melhores coisas que você pode fazer pelo seu coração.


- Pratique atividades físicas. Exercícios regulares fortalecem o coração, reduzem o estresse e promovem a saúde geral. Encontre uma atividade que você goste e faça dela parte de sua rotina.


- Durma bem e alivie o estresse. O sono adequado e estratégias de gerenciamento de estresse, como meditação ou ioga, são cruciais para manter a saúde cardíaca.


- Visite seu cardiologista periodicamente. Faça check-ups regulares com um médico especializado em cardiologia, pelo menos uma vez ao ano, para monitorar sua saúde cardiovascular e receber orientações específicas.


Imagem
Entenda a blefaroplastia, cirurgia nas pálpebras feita por Lula
A equipe médica do hospital Sírio-Libanês em Brasília anunciou na sexta-feira (29) que o presidente Lula (PT) passou por uma blefaroplastia, uma pequena correção da pálpebra, que já estava programada.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade