Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
História local

Pioneiro de Tamarana morre em decorrência de Covid-19

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
01 set 2020 às 10:00
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Quando Tamarana catalogar seus patrimônios históricos e culturais, a sapataria na Rua Arlindo Pereira de Araújo certamente fará parte do seleto acervo dedicado à preservação da memória do município.


E não somente por, através de sua arquitetura simples, fazer lembrar a quem passa pelo Centro que, um dia, a cidade já foi sertão, mas principalmente porque, durante décadas, teve como anfitrião o memorável João Baptista de Oliveira e suas deliciosas histórias.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


João Baptista encantou gerações de tamaranenses com causos e pérolas de sabedoria. Relatos que devem ter enriquecido de conhecimento até mesmo as paredes de madeira de sua sapataria. Além de bom de prosa, o pioneiro era bom de ouvido. Multi-instrumentista, conseguia fazer música com objetos peculiares como um velho serrote.

Leia mais:

Imagem de destaque
Zona sul

Em Londrina, UBS do Ouro Branco retoma atendimento normal a partir desta segunda

Imagem de destaque
Saiba mais

Estudo atesta eficácia de tratamento mais barato para AVC pelo SUS

Imagem de destaque
Mais investimento

Brasil registra 45% de cobertura em saúde bucal; meta é chegar a 70%

Imagem de destaque
Saiba mais

Pesquisa da UENP analisa saúde da mulher no Paraná


O pioneiro também marcou presença com seus dotes musicais na orquestra da Congregação Cristã no Brasil, da qual foi um dos membros mais antigos em Tamarana e colaborou ao longo de anos no corpo administrativo da igreja.

Publicidade


Neste 31 de agosto, João Baptista foi fazer música e prosear em outra dimensão. Aos 86 anos de idade, travou contra a Covid-19 sua última batalha. Estava internado desde o último dia 17, em unidade hospitalar de Londrina.


Ele deixa suas boas lembranças para a esposa, Ana, e para os cinco filhos (uma delas, in memorian) frutos do casamento com Ilone de Alcântara e Oliveira, falecida em 2012. O legado de João Baptista ainda se estende para 11 netos e oito bisnetos.

Publicidade


O enterro do pioneiro está previsto para as 10h30 desta terça-feira (1º), no Cemitério Municipal José Bolotari, onde passará a repousar no mesmo solo tamaranense que, décadas atrás, ajudou a fundar.


Luto oficial

Publicidade


Em sinal de pesar pelo falecimento do senhor João Baptista de Oliveira, o prefeito Beto Siena estabeleceu luto oficial de três dias em Tamarana. Simbólico, o ato está oficializado no decreto municipal 125/2020, publicado na edição desta segunda-feira (31) do Jornal Oficial local (https://tamarana.pr.gov.br/diario-oficial).


Boletim epidemiológico

Também nesta segunda-feira, a Secretaria municipal de Saúde atualizou o boletim de casos de Covid-19 em Tamarana. O município tem quatro óbitos. Outros 52 pacientes estão em tratamento contra a doença, dos quais seis se encontram hospitalizados e outros 46 realizam isolamento domiciliar. Desde o início da pandemia, 77 tamaranenses já se recuperaram do novo coronavírus. Os dados na íntegra estão disponíveis aqui.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade