Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Espera de 56 dias

Saúde anuncia nova diminuição no intervalo de doses da Pfizer em Londrina

Heloisa Corso - Estagiária*
06 out 2021 às 15:00
- Américo Antonio/Sesa
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Secretário de Saúde de Londrina, Felippe Machado, anunciou nova diminuição do intervalo das doses da Pfizer no município, nesta quarta-feira (6). A partir do novo comunicado, o agendamento pode ser feito depois de 56 dias da primeira dose. 


Na última sexta-feira (1°), Machado já havia utilizado as redes sociais para comunicar a diminuição de 84 para 70 dias. Com este novo informe, aqueles que tomaram a vacina da Pfizer podem receber a segunda dose em dois meses. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A justificativa para o adiantamento das doses se deu pela chegada de mais doses da Pfizer em Londrina. Agora, as indicações de segunda dose escritas a lápis nas carteirinhas devem ser desconsideradas, pois passa a valer a lacuna de 56 dias a contar a data da aplicação da primeira dose. Para evitar confusões, quando a pessoa digitar seu CPF no site do cadastro, a data da habilitação da segunda dose já estará atualizada para oito semanas. Com relação à segunda dose de Coronavac/Butantan e da Oxford/AstraZeneca continuam mantidos os mesmos

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiba mais

Anvisa discute regulamentação de cigarro eletrônico no Brasil

Imagem de destaque
Pacientes de até 12 anos

Unimed Londrina inaugura nova unidade de atendimento pediátrico 24 horas

Imagem de destaque
Entenda

Saúde não vai ampliar faixa etária de vacinação contra a dengue no PR

Imagem de destaque
Municípios decidem estratégias

Saúde amplia vacina contra a dengue com vencimento até 30 de abril para 4 a 59 anos


O cadastro e agendamento da vacina contra o coronavírus pode ser feito pelo site da prefeitura de Londrina. Lá, é possível escolher o local, dia e horário para o recebimento do imunizante. 

Publicidade


Terceira dose

Publicidade


Londrina também liberou a terceira dose para todos os idosos com 65 anos ou mais e profissionais e trabalhadores de saúde que completaram 180 dias da segunda dose


Em nota, a prefeitura informa é obrigatório apresentar um holerite recente ou uma comprovação de vínculo com estabelecimento para profissionais da saúde. 


*Sob supervisão de Fernanda Circhia

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade