Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
DST

Mulheres e as doenças sexualmente transmissíveis

Sexo&Comportamento-Folha de Londrina
07 out 2009 às 19:44
As doenças sexualmente transmissíveis podem ser contraídas numa relação sexual ocasional. - Reprodução
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Tenho 16 anos e sou virgem. Minha mãe diz que jamais devo transar com homens e que com mulheres posso ''pegar'' doenças venéreas. Quais são as mais comuns em homens e mulheres?

As doenças sexualmente transmissíveis podem ser contraídas numa relação sexual ocasional, com pessoa pouco conhecida ou nas situações em que os parceiros não usaram o preservativo. Algumas das principais doenças sexualmente transmissíveis são:

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Herpes genital: a herpes ocorre 24 horas após a relação sexual, com o aparecimento de bolhas de água no pênis ou na vagina, que desaparecem após três ou quatro dias. A doença pode voltar a cada período de estresse, alterações de saúde, ou ainda em períodos de mudanças bruscas de temperatura.

Leia mais:

Imagem de destaque
Fique atento!

Comportamento de risco aumentou infecções sexualmente transmissíveis

Imagem de destaque
Antes do Carnaval?

Programas focados em abstinência sexual não são eficazes, diz SBP

Imagem de destaque
Saiba mais

Evento em Londrina discute vida sexual em relacionamentos longos

Imagem de destaque
Saúde do homem

Você sabia que colesterol alto pode levar à impotência?


Cancro-mole: há ocorrência de algumas feridas pequenas e purulentas nos órgãos sexuais. A doença leva de 10 a 12 dias para aparecer.

Publicidade


Tricomoníase: em geral, provoca um corrimento de odor desagradável, com ardência para urinar, principalmente nas mulheres. Nos homens, esta doença pode ficar oculta durante semanas após a contaminação, apresentando apenas pequenas irritações. O corrimento pode ser de várias cores: na candidíase, a cor é esbranquiçada; na gonorréia é amarelada.


Gonorréia: quando o paciente ''pega'' a doença, após dois ou quatro dias da relação sexual, percebe ardência para urinar e a urina apresenta um cheiro forte. Pode ocorrer em homens ou mulheres secreção purulenta ou corrimento vaginal ou peniano. A falta de tratamento pode levar à esterilidade.

Publicidade


Candidíase: pode ocorrer pelo contágio através da água, objetos contaminados, e é bastante comum em mulheres na menopausa.


HPV: são as verrugas genitais, que aparecem com a forma de uma pequena couve flor. Podem ocorrer após duas semanas do contágio. Esta doença é muito comum nos dias atuais.

Publicidade


Linfoglanuloma: aparecem como ínguas nas virilhas, que depois podem abrir-se em úlceras purulentas.


Hepatite B: pode aparecer após seis meses ou depois de duas semanas do contato sexual ou em transfusões de sangue. Em geral, a urina é escura e o indivíduo apresenta cansaço exagerado. O infectado pode transmitir a doença como portador de Hepatite B.


Aids: pode ser transmitida através de contato sexual (anal, vaginal e oral). O vírus HIV, já no organismo do indivíduo, provoca uma série de doenças oportunistas, que são fatais.

Marilene Cristina Vargas, médica pós-graduada em disfunção sexual e membro do Comitê Científico da Sociedade Internacional de Orgasmologia


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade