Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Voz possante

Morre a cantora de rádio Carmem Costa

Redação - Bonde
25 abr 2007 às 12:09
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Morreu nesta quarta-feira (25), aos 86 anos, vítima de insuficiência renal e parada cardíaca, a cantora de rádio Carmelita Madriaga Koethler, conhecida como Carmem Costa.

Ela estava internada desde a terça-feira no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Nascida no Rio de Janeiro, em 5 de janeiro de 1.920, Cármem Costa desde cedo conviveu com cânticos e hinos religiosos, além de rezas e cantadas entoadas por ex-escravos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Passou por mais uma cirurgia

Faustão: Para quem fez um transplante do coração, o de rim é mais tranquilo, diz o apresentador

Imagem de destaque
"Tive muita sorte de sair vivo"

Ator de '50 Tons de Cinza' precisou ser internado após contato com lagartas

Imagem de destaque
Shannen Doherty

Com câncer, atriz de 'Barrados' faz lista de quem não entrará em funeral

Imagem de destaque
Doença de Crohn

Evaristo Costa segue internado na UTI sem previsão de alta, diz boletim


Após uma temporada trabalhando como doméstica na casa do cantor Francisco Alves, Cármem Costa começou a freqüentar programas de calouros, até ser contratada como "crooner" da gafieira Elite, em 1.937. Nesta época conheceu o compositor e sambista Henricão, com quem inicia uma parceria musical e conjugal que culminará na consagração de Cármem no carnaval de 1.942.

Publicidade


No auge do sucesso, troca o Brasil e Henricão pelos Estados Unidos e um marido americano. De volta ao Brasil, retomou sua carreira e firmou-se como uma das mais possantes vozes negras do Brasil.


Carmem Costa fez parte do grupo de cantoras da época de ouro da Rádio Nacional ao lado de Emilinha Borba, Marlene e as Irmãs Batista.

Entre seus sucessos merecem destaque "Eu Sou a Outra" e "Obsessão".


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade