Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade

Autora de Curitiba vence Prêmio Nacional de Haicai

11 mar 2024 às 02:55
- Gisela Maria Bester - Fotografia do Facebook
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Gisela Maria Bester é a escritora gaúcha radicada há 26 anos em Curitiba que conquistou, neste ano, o primeiro lugar na 38.ª edição do Prêmio Yoshio Takemoto de Literatura, na Categoria Haicai. Este tradicional e respeitado prêmio é promovido pela Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil, em quatro categorias em língua portuguesa: haicai, poesia, conto e crônica. O resultado foi divulgado no dia primeiro de março, tomando a autora de surpresa e grande emoção. Foram 1.295 haicais inscritos, em conjuntos de cinco, todos avaliados sob pseudônimos, e os dois primeiros lugares receberão uma premiação em dinheiro e participarão de uma antologia literária da referida Associação. Além disso, terão, com os demais premiados(as), seus haicais publicados nas edições da tradicional e bela Revista Nikkei Bungaku, que é impressa e bilíngue (japonês-português). Gisela é poeta do haicai (haijin) desde meados de 2022, quando fez uma oficina de haicai tradicional gratuita, com o renomado haicaísta Alvaro Posselt, na Biblioteca Pública do Paraná, no contexto do Projeto Ampliando Horizontes: poesia e ficção, idealizado e coordenado pedagogicamente pelo professor e escritor Marcio Renato dos Santos. De lá para cá, a poeta não parou mais de praticar e estudar, e deu-se conta de que tinha mesmo nascido em um berço de haicais, em uma colônia de imigrantes europeus do interior do Rio Grande do Sul, lugar repleto de belos elementos da natureza.

Em 2023 Gisela Maria Bester foi agraciada com Menção Honrosa na 37.ª edição desse mesmo prêmio, e ficou em terceiro lugar no 7.º Concurso de Haicai Kenzo Takemori (promovido pela Academia de Letras de Toledo – PR), âmbito estadual, destinado às inscrições de poetas residentes no Paraná.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

Também durante o ano de 2023 a poeta criou, coordenou e fez a curadoria de um espaço poético intitulado Folhas Secas, na Revista cultural virtual Mar de Lá, destinado ao enaltecimento e à divulgação do haicai tradicional, no Brasil e no exterior.

Leia mais:

Imagem de destaque

Sem dúvidas - Conto de Graciela Pucci

Imagem de destaque

As coxas de Hermínia (Conto de Wanderlino Teixeira Leite Netto)

Imagem de destaque

A outra casa - Miniconto de Araceli Otamendi

Imagem de destaque

Livro e exposição As Lavadeiras na Biblioteca Pública de Londrina

A Cerimônia de premiação do Prêmio Yoshio Takemoto será em São Paulo, no dia 19 de maio de 2024, na sede da Associação dos Shizuoka Kenjin do Brasil, no tradicional Bairro Liberdade. 

Uma das maiores alegrias de Gisela é também ver a representatividade do Paraná nessa premiação, eis que o segundo lugar ficou igualmente a uma residente no Estado, Jô Marcondes, de Irati. Os três primeiros lugares desta edição do Prêmio foram atribuídos a mulheres, afirmando as suas participações no mundo do haicai

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade