Pesquisar

Canais

Serviços

- Gina Mardones/Arquivo FOLHA
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Até sábado

Após recorde de calor na quarta, chuva chega para refrescar Londrina

Gustavo Batista - Estagiário*
09 set 2021 às 10:02
Continua depois da publicidade

A chuva veio para refrescar o clima de Londrina nesta quinta-feira (9) e, como prevê a agrometeorologista Angela Costa, se prolonga até o sábado (11). A pesquisadora alerta que as pancadas podem vir em qualquer horário e até acompanhadas de descargas elétricas.

Continua depois da publicidade


Entre a última noite e esta manhã, choveu 3 milímetros na cidade, apurou o IDR-PR (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná). A média climatológica para do mês de setembro é 115 mm.

Continua depois da publicidade


No sábado (11), a frente fria parte para o sudeste brasileiro e a instabilidade será isolada, começando a perder força. Entre nuvens, o sol dá as caras novamente.


Mesmo com a alta no preço da energia elétrica, os ventiladores e ar-condicionados foram bem-vindos nesta quarta-feira (8). Não foi no verão que Londrina registrou a maior temperatura de 2021, até o momento, mas, durante a última tarde, quando o IDR-PR contabilizou 35,3ºC. Ate então, 25 de agosto, com seus 35ºC, era o dia mais quente do ano.

Continua depois da publicidade


Mas os termômetros devem marcar temperaturas mais amenas. Esta quinta-feira (9) amanheceu com 18ºC e não ultrapassa os 23ºC. A sexta (10) não alcançam mais que 22ºC.


Comportamento pré-frontal


Em Apucarana (Centro-Norte), o vendaval pré-chuva danificou materiais na escola Municipal João Batista. Uma passarela que interligava o refeitório com uma sala de aula foi destruída. Cornélio Procópio (Norte pioneiro), por sua vez, pode ficar sem água por conta da instabilidade. Saiba mais na Folha de Londrina.


A aproximação da chuva ajuda a explicar o calor e os intensos ventos, que chegaram a 41 km/h, segundo o Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná). De acordo com Costa, o clima experimenta uma considerável mudança com a aproximação da frente fria. É o chamado "comportamento pré-frontal". 


*Sob supervisão de Larissa Ayumi Sato.

Continue lendo