Pesquisar

Canais

Serviços

AEN
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Espaço terá UBS e mercados

Cohapar autoriza financiamento do condomínio para idosos de Londrina

Redação Bonde com N.Com
16 nov 2021 às 17:20
Continua depois da publicidade

No último sábado (13), os secretários municipais do Idoso, Andrea Ramondini Danelon, e de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, se reuniram com o presidente da Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná), Jorge Lange, e o diretor administrativo-financeiro da Cohab-Ld (Companhia de Habitação de Londrina), Edimilson Pinheiro. As autoridades debateram a implantação do condomínio de casas para idosos, do Programa Viver Mais Paraná. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Na oportunidade, Lange e a equipe técnica da Regional da Cohapar em Londrina analisaram a documentação referente ao empreendimento e autorizaram o financiamento para a construção de 40 casas, em um terreno que a Cohab-Ld permutou com a Prefeitura de Londrina. 

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


O espaço fica na Rua da Sorte esquina com a Avenida da Liberdade, na zona norte de Londrina, e conta com a infraestrutura completa, como UBS (Unidade Básica de Saúde), mercados, padaria e bancos.


Com a permuta de terreno para a Prefeitura, agora é possível passá-lo para a Cohapar, que já autorizou o financiamento da construção das moradias. Elas serão casas térreas com aproximadamente 40 m², divididos em quarto, banheiro, cozinha, sala, área de serviço e quintal. 


No condomínio haverá uma estrutura completa de lazer e convivência, com espaço para caminhada, piscina, salão de convivência e espaço para atendimento social e das equipes de saúde da família.

Continua depois da publicidade


A intenção é que os beneficiários do Programa Viver Mais possam desfrutar de um local adequado às suas necessidades e com mais qualidade de vida. Para isso, terá espaço para o atendimento periódico nas áreas de saúde e assistência social, além do estímulo à prática coletiva de atividades físicas, culturais e de lazer.


“Para a adesão ao programa, o Município de Londrina deveria doar um terreno de 10 mil m² à Cohapar. Nisso, a Cohab-Ld foi uma parceira importantíssima e nos concedeu o terreno de 13.500 m² na região norte, onde agora podemos iniciar as obras. Esse empreendimento será de extrema importância para a cidade, porque poderemos ofertar moradia de qualidade aos nossos idosos em situação de vulnerabilidade”, explicou Danelon.


O presidente da Cohab-Ld, Luiz Cândido de Oliveira, explicou que o programa do Governo do Estado do Paraná é voltado para o atendimento de idosos, casados ou solteiros, com renda de um a seis salários mínimos e sem imóvel registrado. 


Todos passam pela análise socioeconômica e a consulta de cadastros negativos, antes de serem selecionados para o programa. Através da parceria com as Prefeituras Municipais, a Cohapar contrata construtoras via licitação. 


“Os beneficiários contemplados pagam um aluguel equivalente a 15% de um salário mínimo por mês e têm opção de residirem no local pelo tempo que desejarem. Com o dinheiro arrecadado, o governo reinveste em ações da política habitacional do estado do Paraná, o que permite a construção de novas moradias como essa do Viver Mais Paraná”, elucidou Oliveira.


Já o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, lembrou que é preciso reconhecer e agradecer aos esforços integrados que foram feitos pelo prefeito Marcelo Belinati e pelo governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior. 


“Quero agradecer ao governador do Paraná, Ratinho Junior, e ao prefeito Marcelo Belinati e toda sua equipe, pelo empenho e dedicação que tiveram desde 2019, com o início do projeto de moradia para os idosos. Sabemos que é preciso muito esforço e união para que as ações saíam do papel, por isso reconhecemos o trabalho de todos os envolvidos”, frisou o secretário.


Além das autoridades mencionadas, participaram da reunião, no último sábado, a chefe da Cohapar Londrina, Ivone Luchini; a coordenadora do Núcleo Regional da Casa Civil da Região Metropolitana de Londrina, Sandra Moya, e o o engenheiro civil da Cohapar, Antonio Pieroti.


Além de Londrina, participam do Programa Viver Mais, os Municípios de Cascavel, Foz do Iguaçu, Maringá, Ponta Grossa, Guarapuava, Arapongas, Campo Mourão, Cianorte, Cornélio Procópio, Fazenda Rio Grande, Francisco Beltrão, Irati, Jaguariaíva, Palmas, Pato Branco, Prudentópolis e Telêmaco Borba.

Continue lendo