Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Zona oeste

Em Londrina, UPA Sabará deixa de ser exclusiva para dengue a partir desta quarta

Pedro Marconi - Grupo Folha de Londrina
11 jun 2024 às 16:04
- Arquivo/Vivian Honorato/N.com
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A partir desta quarta-feira (12) a UPA do jardim Sabará, na zona oeste de Londrina, voltará a atender todos os tipos de problemas de saúde e não apenas os casos relacionados à dengue. A decisão foi anunciada nesta terça (11) pela secretaria municipal de Saúde, que também informou na próxima segunda-feira (17) será a vez da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Ouro Branco, na região sul, retornar à rotina.


Há três meses as duas unidades vinham recepcionando os pacientes com sintomas ou confirmação da dengue, período que o município enfrentou epidemia da doença. O secretário de Saúde afirmou que os registros tiveram um platô há cerca de 20 dias e desde então têm diminuído, mostrando um arrefecimento.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


“Nas últimas semanas observamos uma queda na busca pelas unidades exclusivas de dengue. Agora vamos reorganizar o sistema e de forma gradativa. Nesse momento temos visto que a UPA Sol e o pronto atendimento do Leonor estão sobrecarregados, se comparado com o Sabará e Ouro Branco. Para que corrijamos essa questão no atual momento epidemiológico, faremos a mudança”, pontuou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Em obras até agosto

Avenida Curitiba vai ganhar espaços públicos de lazer, na zona norte de Londrina

Imagem de destaque
Foi encaminhado ao HU

Motociclista fica ferido após colidir com traseira de carro em Londrina

Imagem de destaque
No próximo sábado (22)

Festa do padroeiro na Paróquia São Luiz Gonzaga trás show sertanejo e sorteios de prêmios

Imagem de destaque
Importância para a economia

Maratona de inovação em Londrina busca soluções criativas para setor químico


Imagem
Licitação para reforma da UPA do Jardim do Sol é questionada por empresa desclassificada
A reforma da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim do Sol, na zona oeste de Londrina, virou um imbróglio. A terceira tentativa para rev


Desde o início do ano a cidade já contabilizou mais de 59.100 notificações de dengue, com 30.252 confirmações e 47 mortes. Foram descartados 13.319 casos e 15.578 seguem em análise. “O nosso termômetro diário são as notificações e as notificações diárias de pessoas com sinais de dengue têm caído consideravelmente ao longo das últimas semanas e, consequentemente, também a busca de pacientes com sinais e sintomas nas nossas unidades”, frisou.


A orientação é que os londrinenses que sentirem sintomas da doença procurem uma UBS (Unidade Básica de Saúde) ou diretamente as unidades de pronto atendimento. O estadiamento segue normalmente nos postos. “A rede é moldada para que as primeiras consultas médicas sejam feitas através de procura espontânea nas unidades de pronto atendimento. Não tem problema procurar um posto de saúde, mas não quer dizer que necessariamente vai passar por um médico. No posto é consulta eletiva agendada, mas eles têm uma reserva técnica para prioridade do dia”, explicou.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA

Imagem
UPA Sabará deixa de ser exclusiva para dengue a partir desta quarta
Na segunda-feira será a vez do pronto atendimento do Ouro Branco voltar a atender todos os problemas de saúde; números estão em queda
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade