Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
77% do valor total

Prefeitura de Londrina arrecada quase R$ 400 milhões com pagamento do IPTU

Simoni Saris - Grupo Folha
11 mar 2024 às 09:00
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Dos mais de R$ 514,70 milhões lançados pelo município de Londrina em IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em 2024, quase R$ 400 milhões já estão nos cofres da prefeitura. 


O balanço parcial realizado pela Secretaria Municipal da Fazenda mostra um pequeno aumento em relação ao mesmo período do ano passado e a meta é chegar ao final do ano com um índice de inadimplência abaixo dos 17%.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Na atual gestão, a Prefeitura de Londrina adotou o sistema de desconto progressivo para pagamento à vista do IPTU. Os contribuintes que optaram pelo pagamento em parcela única desde 2018, neste ano, tiveram um desconto de 15% sobre o valor lançado. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Cultura

Abertura da Expo Japão leva dança e música ao Calçadão de Londrina

Imagem de destaque
Possível saída

Prefeitos de municípios de pequeno porte são contra saída da Região Metropolitana de Londrina

Imagem de destaque
Regiões norte e oeste

Após testes, três novos radares serão ativados nesta segunda em Londrina

Imagem de destaque
Saiba como se inscrever!

Mulheres: Londrina abre vagas para oficina de marketing de pós-vendas e fidelização


O secretário municipal da Fazendo, João Carlos Barbosa Perez, acredita que o bom volume da arrecadação contabilizado até agora seja decorrente desse abatimento. 

Publicidade


De meados de janeiro, quando foi iniciada a cobrança do imposto, até a última sexta-feira (8), os pagamentos à vista somavam R$ 272.002.054,70 e o saldo dos parcelamentos chegava a R$ 124.543.079,38, totalizando R$ 396.545.134,08. 


Considerando os mais de R$ 514 milhões lançados, o montante arrecadado até o momento corresponde a 77,04% do valor total. No ano passado, considerando igual período, a arrecadação de IPTU estava em 76,21% do total. 

Publicidade


“Avalio como muito positivo”, disse Perez. “No ano passado, tivemos 17% de inadimplência e a nossa meta é chegar em 31 de dezembro com um índice abaixo de 17%. Percebemos uma migração do parcelamento para o pagamento à vista.”


Para os proprietários de imóveis que têm deixado de quitar seus débitos referentes ao IPTU na expectativa de conseguir melhores condições de pagamento com o Profis (Programa de Regularização Fiscal), o secretário lembra que essa não é uma boa estratégia e exemplifica com um cálculo simples. 

Publicidade


Um contribuinte cujo valor do IPTU ficou em R$ 1 mil, se pagasse à vista, garantindo o desconto máximo de 15%, desembolsaria R$ 850. Pelo Profis, essa dívida subiria, no ano seguinte, para R$ 1.040, uma diferença de R$ 190 para mais. 


“O Profis é importante para reduzir o estoque de dívidas mais antigas, de 2015, por exemplo, porque a incidência de juros e multas é maior”, destacou Perez, salientando que pelo programa, o desconto incide apenas sobre juros e multas e não recai sobre o valor do imposto.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Arrecadação com o IPTU chega a 77% em Londrina
A arrecadação de IPTU em Londrina está em alta, com quase R$ 400 milhões já nos cofres da prefeitura. A meta é reduzir a inadimplência para menos de 17% até o final do ano. A adesão ao pagamento à vista com desconto de 15% tem contribuído para o bom volume de arrecadação. No entanto, os contribuintes que deixaram de quitar seus débitos na expectativa de melhores condições de pagamento através do Profis podem acabar pagando mais. Já o IPVA também apresenta crescimento em relação ao ano anterior, com desconto de 6% para pagamento à vista. A arrecadação com ICMS também cresceu, mas há preocupação com as transferências realizadas pela União, que tiveram queda no ano passado.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade