Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Denuncie!

Prefeitura de Londrina divulga a campanha “Não é Não” de combate ao assédio no Carnaval

Redação Bonde com N.Com
09 fev 2024 às 16:18
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A campanha "Não é não", com o tema "Se toca, assédio não é folia", incentiva as pessoas a denunciarem sempre que soferem ou presenciarem qualquer ato de assédio, verbal ou físico, constrangimento, ou toque sem consentimento. 


A ação é iniciativa do governo do Paraná, por meio da Semipi (Secretaria da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa) e está sendo divulgada pelas secretarias municipais de SMPM (Políticas para as Mulheres) e SMC (de Cultura) de Londrina.  

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A assessora jurídica da Secretaria Municipal de Políticas para as mulheres, Maryanne Lopes Martins, em vídeo publicado no instagrm @secretariadeculturalondrina e @sesc.mulherlondrina, passou informações sobre como evitar esse tipo de crime e canais para denúncias. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Eventos gratuitos

Programação Especial Mulheres começa neste sábado no Sesc Cadeião Cultural

Imagem de destaque
Crianças de 10 e 11 anos

Dia D contra a dengue terá mutirão de vacina em shopping de Londrina

Imagem de destaque
Novela 'parada'

Após problemas na quadra do Moringão, Prefeitura de Londrina vai abrir licitação para troca de piso

Imagem de destaque
Neste sábado

Apenas 22% das crianças foram tomar a vacina contra dengue em Londrina; Dia D terá mutirão em shopping


No vídeo, a assessora jurídica explicou que a campanha é voltada ao respeito ao próximo, ao direito de todos poderem pular o Carnaval sem sofrer qualquer tipo de violência, assédio ou importunação sexual.

Publicidade


Segundo ela, desde dezembro de 2023 existe uma lei federal que instituiu o “Protocolo Não é Não”, que visa prevenir o constrangimento e a violência contra a mulher nos ambientes que vendem bebidas alcoólicas, como casas noturnas, boates, casas de espetáculos musicais, em locais fechados ou shows.


“Temos que entender que o não é uma resposta clara e isso vale para tudo. A nossa orientação, para as mulheres e meninas que vão sair para pular o carnaval, é que elas sempre saiam acompanhadas e não aceitem bebidas de pessoas desconhecidas”, afirmou no vídeo.

Publicidade


Como exemplo, ela alerta que beijo roubado, passada de mão, “encoxada”, e toques sem consentimento são crimes e precisam ser denunciados. 


“Se a pessoa não foi a vítima, porém presenciou alguma situação dessa natureza, também é possível fazer a denúncia. Se estiver acontecendo no momento, orientamos que liguem para o 190 da Polícia Militar que eles já encaminham uma viatura para o local”, contou.

Publicidade


A secretária municipal de Política para as Mulheres, Liange Doy Fernandes, disse que é muito importante alertar as mulheres para algumas atitudes que prejudicam e ferem a sua integridade, física e psicológica, e são consideradas crimes a partir da Lei de Importunação Sexual. 


“No período do Carnaval, estes crimes se intensificam, por isso é fundamental que as mulheres se previnam e denunciem, caso isso ocorra”, afirmou.


As peças da campanha reforçam os telefones de contato: 180 (Central de Atendimento à Mulher), 181 (Disque-Denúncia) ou 190 (Polícia Militar). Em Londrina, as denúncias também podem ser feitas pelo 153 da Guarda Municipal.


Imagem
Em Londrina, folia de Carnaval vai se espalhar pelos bairros e distritos
Democrático, popular e também sinônimo de alegria, o Carnaval está cada vez mais perto.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade