Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Obras de forma e ampliação

Maior hospital municipal do Norte Pioneiro do Paraná é inaugurado em Ibaiti

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
11 abr 2024 às 14:30
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O prefeito de Ibaiti, Antonely de Carvalho, e o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, inauguram, na manhã desta quinta-feira (11), o novo Hospital Municipal de Ibaiti, uma obra de reforma e ampliação que transformou o estabelecimento de saúde no maior hospital municipal do Note Pioneiro.


O antigo hospital foi praticamente reconstruído. Sua área total passou 1489,90 m² para 3359,51 m². Serão 52 leitos, com consultórios médicos na urgência e emergência, uma nova sala de emergência, leitos de observação, quatro salas cirúrgicas, maternidade e pediatria em alas exclusivas, tudo dentro dos mais recentes padrões da Secretaria da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Assim, quando atingir o pleno funcionamento, o hospital poderá ser o centro de referência para a região em cirurgias simples como hérnia, vesícula, hemorroidas e fimose, entre outras, além de cirurgias ortopédicas de quadril, ombro e joelho. A nova estrutura atenderá pacientes de Ibaiti, Conselheiro Mairinck, Figueira, Jaboti, Japira, Jundiaí do Sul, Tomazina e Pinhalão.

Leia mais:

Imagem de destaque
Assembleia virtual

Professores da rede estadual aprovam greve para 3 de junho

Imagem de destaque
Relações internacionais

Longe da líder China, EUA miram qualidade na relação comercial com Brasil

Imagem de destaque
Críticas

Movimento 'Blockout' nas redes sociais mira celebridades nos EUA

Imagem de destaque
Cultura

Abertura da Expo Japão leva dança e música ao Calçadão de Londrina


Em todo Norte Pioneiro, não há hospital municipal com mais de 50 leitos SUS disponíveis à população.  Apenas hospitais estaduais, como o Regional de Santo Antônio da Platina, e filantrópicos, como as Santas Casas de Jacarezinho e Cornélio Procópio, têm maior oferta de atendimento público que o novo hospital de Ibaiti, mas nenhum deles é administrado pelo município. 

Publicidade



“Ibaiti precisava de um hospital deste porte há muitos anos, para trazer melhor qualidade no atendimento de saúde ao ibaitiense e, também, para projetar Ibaiti como um centro de referência em atendimento à saúde em todo o Norte Pioneiro”, comentou o prefeito. 


Nos primeiros meses de funcionamento, o hospital funcionará sob gestão municipal, com atendimento ambulatorial e de urgência e emergência. Para isso, estão sendo contratos 58 profissionais via PSS (Processo de Seleção Simplificado). 

Publicidade


A abertura do Centro Cirúrgico ocorrerá após a assinatura de uma PPP (Parceria Público Privada) para a cessão onerosa do hospital. Mesmo após a PPP, o atendimento no hospital será exclusivamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde), 100% gratuito para toda a população. O funcionamento pleno do hospital está previsto para um prazo de oito a 10 meses.


“Tanto nesta primeira fase, quanto após a abertura do Centro Cirúrgico, via Parceria Pública Privada, o atendimento será sempre via SUS, 100% gratuito. Nenhum cidadão pagará nenhum centavo para ser atendido. Esse é um compromisso da prefeitura com o Governo do Estado: um hospital totalmente público”, reforçou Antonely.

Publicidade


Imagem
Londrina será 'cobaia' de novo método de combate à dengue no segundo semestre
No final do ano passado o Ministério da Saúde informou que Londrina, junto com outras cinco cidades, foi selecionada para participar da


A ampliação do Hospital Municipal de Ibaiti foi viabilizada graças à parceria entre diversos órgãos da administração pública. Dos R$ 10 milhões necessários para a obra, R$ 4 milhões foram fornecidos pelo Governo do Estado, a partir de emenda do deputado estadual Alexandre Curi (PSD); R$ 1,7 milhão foram cedidos pelo Fundo Especial da Câmara Municipal da cidade e o restante saiu do caixa próprio da Prefeitura. 


O Hospital recebeu, ainda, R$ 2 milhões em recursos federais para a aquisição de equipamentos. 


Já há, também, projeto para uma nova ampliação do hospital, com a construção em um terreno anexo, de estrutura para abrigar a Unidade de Terapia Intensiva e um Centro de Imagens para a Instituição.


Imagem
Clínica de Fisioterapia busca pacientes com lesões neurológicas e gestantes para atendimento gratuito em Londrina
A Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade Positivo, campus Londrina, está em busca de pacientes com diagnósticos neurológicos para tratamento e gestantes para alívio de dores posturais
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade