Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Londrina está em 14º no PR

Apesar da redução na taxa de analfabetismo, Paraná tem o pior índice no Sul do País

Celso Felizardo - Folha de Londrina
17 mai 2024 às 16:18
- Lucas Fermin/Seed
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Dados do Censo Demográfico 2022 Alfabetização - Resultados do Universo, divulgados nesta sexta-feira (17) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelam que o Paraná conseguiu reduzir o analfabetismo no período entre 2010 e 2012, mas ainda mantém a pior taxa de analfabetismo entre os estados do Sul do País. De acordo com o estudo, 4,3% da população paranaense maior de 15 anos é analfabeta, percentual maior que o de Santa Catarina, de 2,1%, que teve o melhor desempenho do país, e o do Rio Grande do Sul, de 3,1%, quarto melhor resultado no país.


O Paraná aparece no ranking nacional na sexta colocação, dividindo dois pelotões dos estados do Centro-Sul do país, que engloba as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Nas primeiras posições aparecem Santa Catarina (2,1); Distrito Federal (2,8); São Paulo (3,1); Rio Grande do Sul (3,1) e Rio de Janeiro (3,3). Após o Paraná, surgem Mato Grosso do Sul (5,4); Goiás (5,5); Espírito Santo (5,6); Mato Grosso (5,8) e Minas Gerais (5,8). A seguir estão os estados das regiões Norte e Nordeste.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Entre os municípios paranaenses com as menores taxas de analfabetismo, Curitiba, com apenas 1,5% da população com mais de 15 anos analfabeta, lidera o ranking estadual e aparece como a segunda melhor capital no país, atrás apenas de Florianópolis (1,4). A lista segue com Quatro Pontes, no Oeste, com 1,6; Maringá (1,9) Pinhais (2,1) e Rio Negro (2,2)

Leia mais:

Imagem de destaque
Confira os dados!

Ações integradas reduzem número de crimes em propriedades rurais do Paraná

Imagem de destaque
Fique atento!

Cambé emite alerta sobre golpe usando o nome da Vigilância Sanitária

Imagem de destaque
Sem danos

Abalo sísmico que atingiu Cambé tem magnitude 1,6 na Escala Richter

Imagem de destaque
2.176 vagas em Londrina

Agências do Trabalhador do Paraná começam a semana com 20,7 mil vagas


Londrina aparece distante das primeiras colocações, na 14ª posição, com 2,8% da população analfabeta. O percentual de pessoas alfabetizadas permanece acima dos 98% em cinco grupos de faixas etárias entre 15 e 54 anos, mas começa a cair nos grupos seguintes. Dos 55 a 64 anos, a taxa cai para 96% até chegar a 82% entre habitantes com mais de 80 anos, o que expõe a dificuldades e desafios de se conseguir atrair esta parcela da população para os programas educacionais, como o Ensino de Jovens e Adultos.

Publicidade


PIORES


Na ponta de baixo da tabela, dos municípios com as piores taxas de analfabetismo do Paraná, Godoy Moreira (Vale do Ivaí) tem o pior desempenho, com 16,6% de taxa de analfabetismo. Nova Santa Bárbara, no Norte Pioneiro, tem 15,6, seguida por Mato Rico (Centro-Sul), com 15,4; Diamante do Sul (Oeste), com 14,9; e Ariranha do Ivaí (Vale do Ivaí), com 14,6.

Publicidade


MENOR ÍNDICE HISTÓRICO

Publicidade


O governo estadual, por meio da Agência Estadual de Notícias, destacou que os dados do IBGE apontam uma redução de dois pontos percentuais na taxa de analfabetismo no Paraná entre 2010 e 2022, atingindo assim o menor índice histórico no Estado.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA


Imagem
Paraná reduz analfabetismo, mas ainda tem pior índice no Sul do País
Censo 2022 revela que Paraná tem a pior taxa de analfabetismo no Sul, com 4,3%. Santa Catarina lidera com a menor taxa nacional, 2,1%. Curitiba e Maringá aparecem entre os melhores desempenhos no Estado; Londrina em 14º
Imagem
Em três horas, PRF apreende quase uma tonelada de maconha no Paraná
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de uma tonelada de maconha, na manhã desta sexta (17), em quatro ocorrên
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade