Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Em Curitiba

Depoimentos na CPI do Transporte serão sob juramento

Redação Bonde com CMC
30 jul 2013 às 18:17
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A CPI do Transporte Coletivo de Curitiba recebe, nesta quinta-feira (1), o diretor de transporte da Urbs, Rodrigo Binotto Grevetti. Ele foi convocado para falar sobre a composição da tarifa técnica e será ouvido sob juramento, método que será usado para todos que prestarem depoimento à CPI.

"Queremos aprofundar as informações sobre estes mais de sessenta itens que compõem a tarifa técnica, muitos dos quais, passíveis de irregularidades. Em um deles, um empresário já admitiu, junto à mídia, que o valor da bilhetagem eletrônica foi triplicado, o que é uma irregularidade que está gerando um lucro de mais de R$ 6 milhões ao ano", destaca o presidente do colegiado da Câmara Municipal, Jorge Bernardi (PDT).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Os questionamentos dos vereadores aos representantes da Urbanização de Curitiba (Urbs) e do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Curitiba (Setransp) embasaram a apresentação de diversos requerimentos para a apresentação de informações à CPI.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crime de estupro

Dois homens condenados por crimes sexuais são presos em Campo Mourão

Imagem de destaque
Crime ocorreu em 2017

Homem condenado por estuprar a própria neta é preso em Maringá

Imagem de destaque
24,2% inadimplentes

75,8% dos veículos tributados já pagaram IPVA de 2024; veja como regularizar

Imagem de destaque
Atenção!

Apagão cibernético atinge sistema tributário da prefeitura de Rolândia


Uma das proposições aprovadas na última reunião, de autoria do relator, Bruno Pessuti (PSC), solicita cópia dos balanços contábeis e do demonstrativo financeiro das empresas e consórcios que operam a Rede Integrada de Transporte (RIT). O vereador Chicarelli (PSDC) pediu à CPI cópia da documentação fiscal da Urbs a partir de 2012, além de estudos para contratação de auditores fiscais do transporte quanto aos números de usuários da RIT.


O vereador Paulo Rink (PPS), em requerimento, pediu esclarecimentos sobre indícios de irregularidades no sistema de bilhetagem eletrônica de Curitiba. O parlamentar solicitou a apresentação dos contratos e aditivos entre a Urbs, o Instituto Curitiba de Informática e a Dataprom.

Já o vice-relator Valdemir Soares solicitou que as empresas prestem as informações referentes à evolução patrimonial e ao endividamento, no período compreendido entre 2008 e 2012. Já aos consórcios, desde 2010. O vice-relator também teve requerimento aprovado para que a Urbs apresente as ações ajuizadas contra ela pelas operadoras, consórcios e Setransp.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade