Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Não é moleza

Detran-PR já exige maior habilidade para dirigir

Redação Folha de Londrina
03 jun 2006 às 15:36
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Quem for realizar o exame prático do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), a partir desta segunda-feira, para tirar a primeira habilitação ou mudar de categoria terá que mostrar maior habilidade para dirigir. A prova de baliza, agora, terá limite de tempo e uma falta gravíssima no percurso de rua eliminará, automaticamente, o candidato.

As novas regras estão previstas na Resolução nº 168, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). As mudanças, por enquanto, valem só para Curitiba. A implantação nas outras cidades será gradativa, mas a intenção é abranger todo o Estado até o início do segundo semestre.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Para o diretor-geral do Detran-PR, coronel David Antônio Pancotti, as novas regras tornam o exame mais próximo da realidade do trânsito e exige do candidato maior preparo. ''As faltas eliminatórias, por exemplo, correspondem às infrações gravíssimas, que se o motorista cometesse no trânsito perderia sete pontos na carteira e, dependendo da infração, teria o direito de dirigir suspenso. Já em relação à prova da baliza, nenhum motorista pode parar o trânsito o tempo que quiser para estacionar o veículo na vaga'', comentou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Vale do Ivaí

Casal de idosos se fere em colisão com trator em Cambira

Imagem de destaque
Saiba mais

Indústria do Paraná emprega quase 39% dos imigrantes

Imagem de destaque
PR-092

Motorista morre após se envolver em atropelamento de animal silvestre e colisão frontal em Joaquim Távora

Imagem de destaque
Primeiros convocados

Resultado de concurso para Quadro Próprio do Governo do Paraná é divulgado


O tempo máximo para colocar o veículo na vaga será de cinco minutos para categoria B (automóveis), seis minutos para as categorias C e D (caminhões e ônibus), e de até nove minutos para a categoria E (carretas). O candidato terá três chances para fazer a baliza no tempo total determinado para cada categoria.


Já na prova do percurso, as faltas estão divididas em eliminatórias, graves, médias e leves. Por exemplo, o candidato que desobedecer a sinalização do semáforo ou parada obrigatória, exceder a velocidade regulamentada para a via, dirigir na contramão, avançar sobre o meio fio, entre outras, será automaticamente reprovado.

Para ser aprovado, o candidato não pode ter mais do que três pontos negativos. Uma falta grave corresponde a três pontos, uma média a dois e uma leve a um ponto. São exemplos de faltas graves não respeitar as regras de ultrapassagem ou mudança de direção, não usar o cinto de segurança, não sinalizar ou sinalizar errado uma manobra, não dar preferência ao pedestre e perder o controle da direção do veículo.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade