21/02/20
32º/19ºLONDRINA
Balanço de 2019

Em 2019, mais motoristas foram flagrados bêbados, mas reduziu o número de mortos, aponta PRF

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) registrou aumento no número de motoristas flagrados embriagados e redução de vítimas que morreram em acidentes em rodovias federais do Paraná no ano de 2019. O balanço foi divulgado na manhã desta terça-feira (21).

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


Foram registradas 500 mortes, segundo menor número da década, perdendo apenas para 2018, quando 494 pessoas perderam a vida em rodovias federais dentro do estado.

A maioria das mortes ocorreu em pista seca (82,4%), contra 17,6% em pista molhada.

Quase um quarto dos acidentes fatais (24,8%) aconteceu por causa de colisões frontais. A segunda causa de mortes mais frequente é o atropelamento de pedestre (24,6%). Os capotamentos foram apenas 1,8% das ocorrências registradas em 2019.

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


A grande maioria das vítimas são homens (83,8%).

As rodovias federais mais perigosas do estado são a BR-277 e a BR-376, que concentram, respectivamente, 27,7% e 23,2% dos acidentes. Juntas, concentram mais da metade das mortes registradas.

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


Segundo os dados apurados pelo balanço, em 2019 foram flagradas 4216 pessoas dirigindo sob efeito de álcool - quase 10% a mais do que 2018. Também foi publicado que 20,2 mil veículos foram apreendidos e 19,9 mil motoristas foram autuados por realizar ultrapassagens proibidas, que é uma das principais causas de colisões frontais.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
comentários
Continue lendo
Programe-se!

Confira o que abre e fecha no Carnaval em Londrina

Veja mais e a capa do canal