Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Alerta

Paraná registra 20 ocorrências de balões que caíram sobre a rede elétrica em 2024

Redação Bonde com AEN
14 mai 2024 às 15:56
- Copel
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Em 2023, foram 62 registros de balões caídos sobre redes e linhas da Copel (Companhia Paranaense de Energia), segundo dados da estatal. Este ano, já houve 20 ocorrências. Além da pratica ser ilegal, causa prejuízos ao fornecimento de energia elétrica, podem causar incêndios e coloca em risco a segurança do transporte aéreo.


O contato desses objetos com a fiação pode causar curto-circuito e o consequente desligamento dos domicílios no entorno. Os casos ocorridos neste ano provocaram seis desligamentos em Curitiba e Região Metropolitana, e uma interrupção no fornecimento de energia a domicílios em Apucarana (Centro-Norte).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O mais recente foi no mês de abril, quando equipes da Copel foram mobilizadas para remover um balão que se alojou dentro de um transformador de baixa tensão, resultando em uma interrupção do serviço de energia por mais de duas horas, em 62 residências do bairro Portão, em Curitiba.

Leia mais:

Imagem de destaque
Condomínio fechado

Mulher denuncia marido por expulsá-la de casa em Apucarana

Imagem de destaque
Abre e fecha

Feriado de Corpus Christi: confira como será o funcionamento dos órgãos estaduais do Paraná

Imagem de destaque
Rede estadual

Projeto que prevê terceirização de escolas do Paraná é aprovado na CCJ

Imagem de destaque
Feriado cristão

Corpus Christi: confira a programação das celebrações em Londrina e região


A gerente de Manutenção Suzane Puchta alerta que os balões são um risco para o meio ambiente e para as pessoas. “A nossa preocupação é com a segurança, em primeiro lugar”, disse, alertando que os balões podem causar incêndios ao cair sobre imóveis, além de queimadas na vegetação.

Publicidade


No caso da queda de um balão, mantenha uma distância segura e acione a Copel


Ao cair sobre redes e linhas, há ainda o risco de o curto-circuito provocar o rompimento de cabos. Por isso, a orientação para quem presencia a queda de um balão é de manter distância do local. “A primeira coisa a ser feita é se afastar, procurar isolar aquela área, e então chamar a Copel. Nós deslocamos uma equipe para fazer a retirada do objeto e a recomposição do fornecimento”, orientou.

Publicidade


Outra preocupação é com a interrupção do fornecimento de energia, que pode afetar milhares de pessoas. Em 2023, a queda de um balão próximo à UPA no bairro Fazendinha, em Curitiba, provocou um curto-circuito na rede elétrica e causou o desligamento da energia a 17 mil unidades consumidoras da Copel.


Legislação

Publicidade


Soltar balão no Brasil é uma prática ilegal, devido ao risco para a segurança do transporte aéreo, com regulamentação prevista pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e o Código Penal. A atividade também configura crime ambiental, com tempo de reclusão de um a três anos, além de multa (Lei nº 9.605/98).


Canais


Casos de falta de luz podem ser registrados por meio do site, aplicativo Copel ou WhatsApp (41) 3013-8973. Já eventuais situações de risco devem ser relatadas pelo telefone 0800 51 00 116.


LEIA TAMBÉM:


Imagem
Em contraste com o Rio Grande do Sul, estiagem prejudica lavouras no Norte do Paraná
Enquanto os gaúchos sofrem há duas semanas com a tragédia causada pelo excesso de chuvas, uma boa parte do Paraná enfrenta uma estiagem prolongada e temperaturas acima da média para esta época do ano.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade