Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Chuva deu uma trégua

Passarela das Cataratas do Iguaçu é reaberta após dez dias

Jéssica Sabbadini - Especial para o Grupo Folha
09 nov 2023 às 19:50
- Divulgação/Urbia Cataratas
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A chuva que atingiu todo o Paraná no final do mês de outubro e início de novembro causou transtornos em diversas regiões. Nas Cataratas do Iguaçu, a passarela precisou ficar 10 dias fechada por conta da alta vazão de alta, sendo reaberta nesta quinta-feira (9). No dia 30 de outubro, o fluxo de água chegou a mais de 24 milhões de litros por segundo, o que representa 16 vezes a vazão normal, que é de 1,5 milhão de litros.


Segundo informações da concessionária Urbia Cataratas, que administra o parque, a chuva que vem atingindo o Paraná há mais de 12 dias e a abertura dos vertedouros das usinas hidrelétricas que ficam ao longo do curso do Rio Iguaçu foram fatores que contribuíram para a cheia.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A passarela teve que ser fechada no dia 29 de outubro e no dia 30 foi confirmada a terceira maior cheia da história, com vazão de 24,2 milhões de litros de água a cada segundo. De acordo com dados da concessionária, a cheia só fica atrás da registrada em 2014, com 46,3 milhões de litros por segundo, e em 1983, com 35 milhões.

Leia mais:

Imagem de destaque
PR-090

Ponte entre Porecatu e Alvorada do Sul será interditada para obras na próxima segunda-feira (26)

Imagem de destaque
Colisão

Trecho de ferrovia em Rolândia deve ser liberado ainda nesta segunda-feira

Imagem de destaque
UEPG

Museu prepara acervo de fotos para exposição sobre o Norte Pioneiro

Imagem de destaque
Atendimento remoto

Com E-Fórum, Paraná terá novos espaços para atendimentos do Judiciário


Agora, a vazão está na casa dos 7 milhões de litros por segundo. A previsão é de que o fluxo fique acima da média, que é 1,5 milhão de litros, durante todo o mês de novembro. A área permanece sendo monitorada pelos sistemas da Copel (Companhia Paranaense de Energia).


A concessionária reforça que a medida de fechar a passarela é para garantir a segurança dos visitantes. Durante esses 10 dias, o Parque Nacional do Iguaçu permaneceu aberto, sendo que apenas o lado argentino suspendeu as visitas.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade