Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Assalto a farmácia

Polícia prende suspeito da morte de policial

Agência Estadual de Notícias
15 mar 2010 às 22:36
Continua depois da publicidade

Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba divulgaram nesta segunda-feira (15) as imagens do circuito interno de uma farmácia no bairro Água Verde, assaltada no último sábado (13), onde um policial militar do Batalhão de Trânsito foi morto ao tentar dominar um dos bandidos. As imagens mostram a ação de três assaltantes e foram divulgadas para ajudar a polícia na identificação de mais dois suspeitos que participaram do roubo.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Segundo a DFR, quatro pessoas teriam participado do assalto, sendo que dois deles já estão presos - um na delegacia e um no hospital, já que entrou em confronto com a polícia e foi baleado. Um dos dois assaltantes presos, Anderson de Souza, 29 anos, é suspeito de matar o policial militar Fabiano Neves, do BPTran, morto com um tiro na cabeça quando deu voz de prisão para o acusado.

Continua depois da publicidade


O delegado Luiz Carlos de Oliveira disse que Souza reagiu a prisão e entrou em luta corporal com o policial. O suspeito conseguiu tirar a arma do PM e atirou contra ele. "O suspeito tentou fugir e logo em seguida foi detido por outros policiais que já haviam sido acionados para auxiliar nas buscas, com os quais entrou em confronto e foi baleado", contou.


Souza foi encaminhado para um hospital e não corre risco de morte. Com ele foram apreendidas duas armas, um revolver calibre 38 que utilizado no assalto a farmácia, e uma pistola ponto 40, roubada do policial morto.


Outro suspeito do assalto já preso é Rodrigo da Silva Tenório, 19 anos. Segundo a polícia ele utilizou um veículo Corsa para dar cobertura as outras pessoas que entraram na farmácia, entre elas Anderson de Souza. Ainda segundo o delegado, a polícia chegou em frente a farmácia no momento em que os três suspeitos saíram do estabelecimento e entraram no veículo Corsa conduzido por Tenório. O veículo foi perseguido a partir da Avenida Iguaçu, rua da farmácia, até a Avenida Batel.

Continua depois da publicidade


Segundo a polícia um dos assaltantes pulou do carro no trajeto entre a Avenida Iguaçu e a Avenida Batel. Os outros dois fugiram próximo a Avenida Batel onde o transito estava congestionado. "No momento em que os dois fugiram a pé o policial Fabiano Neves começou a persegui-los enquanto o motorista da viatura abordou o condutor do Corsa, Rodrigo da Silva Tenório, que foi preso em flagrante", explicou o delegado. Após as prisões, policiais vistoriaram a residência de Tenório e encontraram um revolver 38 com numeração raspada e duas porções de droga, uma de cocaína e uma de maconha.


Tenório disse que o assalto foi planejado por Souza, o qual chamou os outros envolvidos. Ele irá responder por posse ilegal de arma de fogo, posse de substancia entorpecente e por roubo.


A prisão de Souza ocorreu depois que ele matou o policial militar que o deu voz de prisão após perseguição. "O policial conseguiu localizar Souza durante perseguição a pé mas acabou sendo morto. Souza foi preso logo em seguida por outros policiais que foram acionados. Ele reagiu a prisão, entrou em confronto com a polícia e acabou sendo baleado e encaminhado para um hospital", explicou o delegado.


Anderson de Souza havia passado um nome falso para a polícia mas a identidade dele foi confirmada nesta manhã. A polícia levantou que Souza já estava preso na Colônia Penal Agrícola por roubo e havia saído por portaria, que é quando o presos podem passar o final de semana em casa.

Souza irá responder por latrocínio, cuja pena varia de 20 a 30 anos de detenção. Ele permanece no hospital e passa bem.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade