Pesquisar

Canais

Serviços

Andrielly Vogue conta que apanhou de seis pessoas - Arquivo pessoal
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Denúncia

Travesti diz que foi espancada por grupo em Paranaguá

Mariana Franco Ramos - Redação Bonde
27 nov 2012 às 09:49
Continua depois da publicidade

A travesti Andrielly Vogue, ex-candidata à Câmara Municipal de Curitiba, afirmou nesta terça-feira (27) que foi agredida por um grupo de seis pessoas no último sábado (24), em Paranaguá, no litoral do Paraná. "Fui atacada por cinco rapazes e uma moça. Levei socos, pontapés, ouvi injúrias e xingamentos", contou.

Continua depois da publicidade

Parnanguara, mas moradora da capital, Andrielly disse que estava na cidade litorânea há dez dias, trabalhando como ambulante na Festa de Nossa Senhora do Rocio. "Como no sábado estava chovendo e a festa mesmo já tinha acabado, decidi não abrir a barraca e dar uma volta. Foi aí que me encontraram e me espancaram. Ainda estou com as costas e os joelhos roxos", relatou.

Continua depois da publicidade


Segundo ela, o motivo mais provável do ataque seria homofobia ou transfobia, sentimento de aversão a travestis e transexuais, que incita a violência. "Não levaram dinheiro; só um boné e o meu celular de dois chips". A agressão teria ocorrido próximo ao Parque são João, atrás de um supermercado.


A travesti foi encaminhada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) a um hospital na Vila Divineia para atendimento. Depois de receber alta, voltou à capital e, na segunda-feira (26), registrou o Boletim de Ocorrência no 1º Distrito Policial, localizado no centro.

Continua depois da publicidade

Procurada pela reportagem, a Polícia Civil informou que recebeu o B.O., mas que o documento será encaminhado nesta terça-feira (27) à Delegacia de Paranaguá para investigação.


Continue lendo